Piscina

Écrit par Angelina Caussé. Publié dans Séquences

Um texto de Fernando Sabino

Um texto de Fernando Sabino , uma adaptação filmada  e uma entrevista sobre o tema da desigualdade social, da riqueza  e da pobreza  : O progresso para uns...?   E para os outros... ?

  • Clique, observe, descreva... e imagine...

    1

     

     

     

     

    Descreva agora a ilustração completa...

    2

     

     

     

     

    Ampulheta - Clepsidra (Save water, save Life), Campanha para a proteção do planeta

  • Vocabulaire utile (Imagem)

    Imagem n°1

    a ampulheta - medir o tempo
    a clepsidra - correr
    a âmbula - conter
    a piscina - nadar, gozar
    a seca - secar, faltar
    a gota - esperar
    a água - regar, nutrir o balde - recolher
    o recipiente - possuir, dispor de...

    Vocabulaire utile (Texto)

    Texto

    Nomes                                                    A
    djetivos             Verbos
                                                                   Advérbios
                                                                   Locuções


    À borda – à beira.
    À espreita – observando.
    Alastrar – espalhar.
    Anteceder – vir antes.
    Cautelosa – cuidadosa, estratégica.
    Comprometer – prejudicar, enfeitar.
    De súbito – de repente.
    Deter – parar.
    Encosta – ladeira, rampa.
    Entreaberto – meio aberto.
    Esgueirar – movimentar-se com cautela.
    Esplêndido – bonito, majestoso.
    Fascinado – encantado, maravilhado.
    Grotesco – feio, grosseiro.
    Molambo – trapo.
    Sinistro – triste, trágico.
    Transpor – passar além de, atravessar.

  • Expression orale et enregistrement

    Descreva oralmente e objetivamente a ilustração "Ampulheta". Explique depois qual é o seu significado e o que ela vos inspira. Pense em ajudar-se do léxico à sua disposição.

  • Piscina

    Era uma esplêndida residência, na Lagoa Rodrigo de Freitas, cercada de jardins e tendo uma bela piscina. Pena que a favela, com seus barracos grotescos se alastrando pela encosta do morro comprometesse tanto a paisagem.

          Diariamente desfilavam diante do portão aquelas mulheres silenciosas e magras, lata d’água na cabeça. De vez em quando surgia sobre a grade a carinha de uma criança, olhos grandes e atentos, espiando o jardim. Outras vezes eram as próprias mulheres que se detinham e ficavam olhando.

          Naquela manhã de sábado ele tomava seu gim-tônico no terraço, e a mulher um banho de sol, estirada de maiô à beira da piscina quando perceberam que alguém os observava pelo portão entreaberto.

         Era um ser encardido, cujos mulambos em forma de saia não bastavam para defini-la como mulher. Segurava uma lata na mão, e estava parada, à espreita, silenciosa como um bicho. Por um instante as duas mulheres se olharam, separadas pela piscina.

          De súbito pareceu à dona que a estranha criatura se esgueirava, portão adentro, sem tirar dela os olhos . Ergue-se um pouco, apoiando-se no cotovelo, e viu com terror que ela se aproximava lentamente : já transpusera o gramado, atingia a piscina, agachava-se junto à borda de azulejos, sempre a olhá-la, em desafio e agora colhia água com a lata. Depois, sem uma palavra, iniciou uma cautelosa retirada, meio de lado, equilibrando a lata na cabeça, e em pouco sumia-se pelo portão.

          Lá no terraço o marido, fascinado, assistiu a toda a cena. Não durou mais de um ou dois minutos, mas lhe pareceu sinistra como os instantes tensos de silêncio e de paz que antecedem um combate.

          Não teve dúvida : na semana seguinte vendeu a casa.

    Fernando Sabino - A mulher do vizinho , 1962. Sabiá Editora, Rio

  • Exercice de mémorisation lexicale

    Complete o texto que já leu e memorizou.

    Piscina

    Era uma esplêndida ............................ , na Lagoa Rodrigo de Freitas, cercada de ............................ e tendo uma bela ............................ . Pena que a ............................ , com seus ............................ grotescos se alastrando pela encosta do ............................ comprometesse tanto a paisagem.

    Diariamente desfilavam diante do ............................ aquelas mulheres silenciosas e magras, ............................ d’água na cabeça. De vez em quando surgia sobre a ............................ a carinha de uma criança, olhos grandes e atentos, espiando o ............................ . Outras vezes eram as próprias mulheres que se detinham e ficavam olhando.
    Naquela manhã de sábado ele tomava seu gim-tônico no ............................ , e a mulher um banho de sol, estirada de ............................ à beira da piscina quando perceberam que alguém os observava pelo portão entreaberto.

    Era um ser encardido, cujos mulambos em forma de saia não bastavam para defini-la como mulher. Segurava uma lata na mão, e estava parada, à espreita, silenciosa como um ............................ . Por um instante as duas mulheres se olharam, separadas pela piscina.
    De súbito pareceu à dona que a estranha ............................ se esgueirava, portão adentro, sem tirar dela os ............................ . Ergueu-se um pouco, apoiando-se no ............................ , e viu com terror que ela se aproximava lentamente : já transpusera o ............................ , atingia a piscina, agachava-se junto à borda de ............................ , sempre a olhá-la, em desafio e agora colhia água com a lata. Depois, sem uma palavra, iniciou uma cautelosa retirada, meio de lado, equilibrando a lata na ............................ , e em pouco sumia-se pelo portão.
    Lá no terraço o marido, fascinado, assistiu a toda a cena. Não durou mais de um ou dois minutos, mas pareceu-lhe sinistra como os instantes tensos de silêncio e de paz que antecedem um combate.
    Não teve dúvida : na semana seguinte vendeu a ............................ .

    Fernado Sabino - A Mulher do vizinho 1962. Sabiá Editora, Rio

  • 1. Assista ao filme Piscina - Uma dramatização por alunos brasileiros
    2. Analise a interpretação
    Pré-visualizar

     

  • 1. Questions sur le texte

    Perguntas sobre o texto

    1. Quais são as diferentes personagens evocadas no texto ?

    2. O que se sabe ou adivinha sobre o casal ?

    3. Que diferenças existem entre as duas mulheres ? Justifique citando elementos do texto.

    4. A mulher é comparada com um "bicho". Por que razão ?

    5. O acto da mulher da favela é altamente simbólico. Explique porquê.

    6. Como se pode explicar a decisão do homem ? Ao seu ver, havia outras maneiras de evitar a confrontação ?

    7. O texto revela dois mundos extremamente contrastados. O que pode provocar a proximidade de dois "mundos" tão diferentes ?

    8. Ao seu ver, a cena da piscina é representativa da sociedade brasileira ?

    - Pistes pour les réponses

    Perguntas sobre o texto

    1. Quais são as diferentes personagens evocadas no texto ?
    → casal, mulheres, crianças

    2. O que se sabe ou adivinha sobre o casal ?
    → rico, descanso de fim de semana, luxo, prazer, paz   

    3. Que diferenças existem entre as duas mulheres ? Justifique citando elementos do texto.
    → maiô / mulambos , tranquilidade / intranquilidade, paz da vida / falta de tudo, desafio / medo   

    4. A mulher é comparada com um "bicho". Por que razão ?
    → maneira de penetrar na propriedade privada, maneira de observar / fixar / não tirar os olhos de...   

    5. O acto da mulher da favela é altamente simbólico. Explique porquê.
    → colher água "alheia" = roubar o que não lhe pertence = revolta, sentimento de injustiça = vontade de acabar com a desigualdade ligada à "posse" de um bem necessário à vida : a água   

    6. Como se pode explicar a decisão do homem ? Ao seu ver, havia outras maneiras de evitar a confrontação ?
    → o acto da favelada criou um "precedente" : quem roubou água poderá tomar posse de outras coisas necessárias... →  assaltos possíveis... Falta de segurança definitiva. Não há outra hipótese senão ir viver mais longe...   

    7. O texto revela dois mundos extremamente contrastados. O que pode provocar a proximidade de dois "mundos" tão diferentes ?
    → sentimento de profunda desigualdade, injustiça, tentação, cobiça, inveja, cólera, revolta...  

    8. Ao seu ver, a cena da piscina é representativa da sociedade brasileira ?
    → É : uma sociedade onde a classe média não é tão representada como as duas classes opostas →  a muito pobre e a muito rica 

    2. Tradução

    Traduza para português as frases seguintes, inspirando-se dos versos do poema :

    Le couple a décidé de vendre la maison car la proximité de la favela rendait insupportable la cohabitation.

    - Pistes pour la traduction

    Pistas para a tradução :

    Le couple a décidé de vendre la maison car la proximité de la favela rendait insupportable la cohabitation.
    O casal decidiu vender a casa porque a proximidade da favela tornava insuportável a coabitação...
     

  • Pour aller plus loin...

    1. Appréciez cinq phrases de l'auteur collectionnées dans cette vidéo.

    2. Choisissez-en une et commentez-la !
    Pré-visualizar

     

     

  • Niveau B1 - Écouter - 60


    Écouter : je peux comprendre des points essentiels quand un langage clair et standard est utilisé et s’il s’agit de sujets familiers concernant la vie quotidienne. Je peux comprendre l’essentiel de nombreuses chansons, émissions de radio ou de télévision sur l’actualité ou sur des sujets qui m’intéressent, si l’on parle d’une façon relativement claire et distincte. (B1)
    [60] Je peux comprendre les idées principales d’un propos clair et standard sur des sujets familiers et habituels.

    Niveau B1 - S’exprimer oralement en continu - 78


    S’exprimer oralement en continu : Je peux m’exprimer de manière simple afin de raconter des expériences et des événements. Je peux brièvement donner les raisons et les explications de mes opinions. Je peux raconter une histoire ou l’intrigue d’un film et exprimer mes réactions. (B1)
    [78] Je peux raconter une histoire ou l’intrigue d’un livre ou d’un film et exprimer mes réactions.

    Niveau B2 - Lire - 101

    Lire : Je peux lire des articles en langue et des rapports sur des questions contemporaines dans lesquels les auteurs adoptent une attitude particulière ou un certain point de vue. Je peux comprendre un texte littéraire contemporain en prose. (B2)
    [101] Je peux reconnaître les points importants de l’argumentation d’un texte mais pas forcément le détail.

    Notion abordée : L’art de vivre ensemble

    1. Mémoire : héritage et ruptures

    La mise en tension des termes « héritage » et « ruptures » interroge sur la manière dont des individus, des familles, des peuples, des communautés font face à leur passé en cherchant à maintenir un équilibre, souvent fragile, entre continuité et rupture.

    Source : Eduscol

Tags: Niveau B1 Littérature Roman Nouvelle Société Vie quotidienne Niveau B2 Notion : L’art de vivre ensemble

Clique para escutar o texto realçado !