Vous êtes ici : Accueil > PROJETS - RESSOURCES > Projets pédagogiques > Atelier d’écriture > Plano de contingência - Plan d’urgence
Publié : 1er mai

Plan d’urgence - Confinement

Plano de contingência - Plan d’urgence

Confinamento - Coronavírus

Une séquence destinée à faire réfléchir sur cette douloureuse actualité, tout en travaillant les compétences de CO - EO - CE - EE et EOC.

Des productions d’élèves interniveaux se trouvent collectionnées ici et pourront servir de « mémoire de confinement »...

 Plano de contingência

Durante esse período de reclusão necessária, a vida continua, a reflexão também.

Instruções - Consignes

 Instruções

Cada um vai, sozinho ou em binômio  :

  1. Escutar três vezes o documento áudio n°1.
  2. Transcrever o texto do documento áudio n°1. (Texto expresso em uma linguagem informal. Fidelidade ao texto original.)
  3. Traduzir a transcrição (depois de corrigida) em francês. (Tradução em uma língua formal, correta.)
  4. Levantar todos os verbos conjugados no pretérito perfeito, dando o infinitivo. (Pode utilizar o conjugador
    Conjuga-me.net/
  5. Realizar o exercício de conjugação QCM (Pronote)
  6. Ler o texto do decreto, documento n°2. Sublinhar os pontos que vos parecem mais importantes ou que suscitam interrogações.
  7. Ler o texto n°3. Sublinhar os pontos que suscitam interrogações.
  8. Assistir três vezes ao vídeo, documento n°4.
  9. Assistir três vezes ao vídeo, documento n°5.
  10. Assistir aos vídeos seguintes, transcrevê-los (Do informal ao formal...)
  11. Interrogar-se e debater sobre : necessidade e consequências da contingência :

Escolher o tema... das problemáticas

 Elaboração das problemáticas - Apresentação oral (10-15 minutos)

Escolha entre esses pontos aquele que mais vos inspira para expressar a vossa opinião :

    1. A necessidade do plano de contingência [1]. (Thalita)
    2. Regras e funcionamento do plano.
    3. Consequências na vida cotidiana. (Diana - Raphaëlla - Marie-Lucie - Laurine)
    4. E as crianças ? (Alexandra)
    5. O ensino à distância ? (Marie-Lucie - Louise)
    6. Noção de medo (Valéria - Raphaëlla)
    7. Sobreviver ? (Alexandra)
    8. O isolamento (Vinícius - Audrey - Kimberley)
    9. Solidariedade e egoismo (Emilly Première)
    10. Esperança e confiança. (Layanne - Márcia - Thalita)
      +
    11. « Utilidade » do vírus ? Sobre as mentalidades... (Marie-Lucie - Victoria)
    12. Igualdade perante o vírus ? Todos somos iguais, o vírus não escolhe... (Iara)

E você ? Como está vivendo essa quarentena ?

 E você ? Como está vivendo essa quarentena ?

  • Escreva,
  • conte,
  • grave,
  • filme... a vossa própria quarentena. (Humor bem vindo !)

 Sequência

1. Quarentena

1. Minha quarentena (Documento áudio)

A realidade da minha quarentena

  1. Escutar três vezes o documento áudio n°1.
  2. Transcrever o texto do documento áudio n°1. (Texto expresso em uma linguagem informal. Fidelidade ao texto original.)
  3. Traduzir a transcrição (depois de corrigida) em francês. (Tradução em uma língua formal, correta.)
  4. Levantar todos os verbos conjugados no pretérito perfeito, dando o infinitivo. (Pode utilizar o conjugador
    Conjuga-me.net/
  5. Realizar o exercício de conjugação QCM (Pronote)
MP3 - 951.2 ko
Minha Quarentena

Faxina

E você ? Como está vivendo essa quarentena ?

Escreva, conte, grave, filme... a vossa própria quarentena. (Humor bem vindo !)

JPEG - 165.7 ko
Cristo mascarado

2. Medidas de restrição

2. Decreto do Governo do Estado do Amapá (Texto)

Decreto

  1. Ler o texto do decreto, documento n°2.
  2. Sublinhar os pontos que vos parecem mais importantes ou que suscitam interrogações.
  3. Debater

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ

DECRETO Nº 1414 DE 19 DE MARÇO DE 2020

Dispõe sobre medidas de restrição de aglomeração de pessoas com a finalidade de reduzir os riscos de transmissão do novo Coronavírus (COVID-19) e adota outras providências.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAPÁ, usando das atribuições que lhe são previstas no inc. II do art. 11, inc. VIII do art. 119 da Constituição do Estado do Amapá, inc. II do art. 23 e inc. VII do art. 24 da Constituição do Estado do Amapá,

D E C R E T A :

Art. 1° Ficam suspensas pelo prazo de 15 (quinze) dias ininterruptos, a contar da data de 20 de março de 2020, em todo o território do Estado do Amapá, as atividades e eventos nos estabelecimentos e locais que indica :

I – todas as atividades em estabelecimentos comerciais ;

II - todas as atividades em feiras, inclusive feiras livres ;

III - todas as atividades em shopping centers, inclusive em seus estacionamentos, galerias comerciais e centros empresariais ;

IV - todas as atividades em cinemas, clubes de recreação, buffet, academias de ginástica, bares, restaurantes, lanchonetes, sorveterias, boates, teatros, casas de espetáculos, casas de shows, centros culturais, circos e clínicas de estética, balneários públicos e privados com acesso ao público, lojas de conveniências, comércios ambulantes e informais, clubes sociais e casas lotéricas ;

V – eventos religiosos em templos ou locais públicos, de qualquer credo ou religião, inclusive reuniões de sociedades ou associações sem fins lucrativos ;

VI – estádios de futebol, ginásios e quadras poliesportivas e/ou qualquer local esportivo que tenham aglomeração de pessoas ;

VII – agrupamentos de pessoas em locais públicos.

Art. 2° Não se incluem na suspensão prevista neste Decreto os estabelecimentos médicos, hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, farmácias de manipulação, psicológicos, clínicas de fisioterapia e de vacinação humana, bem como os órgãos de segurança pública (Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Procon).

Parágrafo único.

As empresas que participem em qualquer fase da cadeia produtiva e de distribuição de produtos de primeira necessidade para população deverão manter suas atividades predominantes, tais como distribuidoras, revendedoras ou indústrias de alimentos, medicamentos, produtos de limpeza e higiene, água, gás, postos de combustíveis, supermercados, mercadinhos, batedeiras de açaí, serviços de entregas domiciliares de alimentação (delivery), minibox, açougues, peixarias, padarias e congêneres, vedado o consumo no local.

Art. 3º Os restaurantes instalados em estabelecimentos de hospedagem, para atendimento exclusivo aos hóspedes, deverão observar, na organização de suas mesas, a distância mínima de dois metros entre elas.

Art. 4º O transporte coletivo terrestre e fluvial, intermunicipal e interestadual, estará sujeito às restrições a serem estabelecidas pela Autoridade Estadual Sanitária (SVS) em conjunto com a Secretaria de Estado do Transporte – SETRAP, com a finalidade de reduzir os riscos de contágio do COVID-19.

Art. 5º Aos estabelecimentos afetados pelas medidas estabelecidas nesse Decreto abre-se a possibilidade de regularizarem tais situações com seus funcionários por meio das convenções ou acordos coletivos de trabalho nos termos do Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de janeiro de 1943 (Consolidação das Leis Trabalhista) ou por outro normativo federal.

Art. 6° A Secretaria Estadual de Segurança Pública, as Polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros Militar, a Defesa Civil e o Procon, bem como outras autoridades administrativas competentes, ficam incumbidas de fiscalizar o cumprimento do presente Decreto, podendo aplicar as sanções previstas nas legislações específicas, bem como suspender o Alvará de Funcionamento que tenha sido expedido por autoridade administrativa estadual, sem afastar a aplicação da legislação penal cabível, em especial os artigos 131 e 132 do Código Penal em vigor.

Art. 7° A eventual expedição de alvará ou autorização para a realização de eventos elencados no artigo 1°, antes da entrada em vigor deste Decreto, não é óbice para aplicação do mesmo.

Art. 8º Todos os agentes públicos da Administração Pública Direta, Indireta e Fundacional do Poder Executivo do Estado do Amapá, deverão entrar em regime de teletrabalho e sobreaviso, excetuando-se aqueles que atuam nos setores de saúde, segurança e que participem dos órgãos que compõem a frente de combate a disseminação do Coronavírus (COVID-19) e os titulares das Unidades Gestoras aos quais caberá definir a força de trabalho necessária para o funcionamento de cada órgão.

Parágrafo único.
Ficam suspensos todos os prazos de processos administrativos que estejam em trâmite no âmbito da Administração Pública Direta, Indireta e Fundacional do Poder Executivo do Estado do Amapá.

Art. 9º Este Decreto entra em vigor na data da sua publicação, produzindo seus efeitos a partir de 20 de março de 2020.

ANTÔNIO WALDEZ GÓES DA SILVA - Governador

3. Igrejas abertas

3. Igrejas abertas (Texto)

Igrejas abertas

  1. Ler o texto n°3.
  2. Sublinhar os pontos que suscitam interrogações.
  3. Reflexão : O último refúgio das pessoas ?

Bolsonaro defende igrejas abertas

Em entrevista ao Programa do Ratinho, no SBT, o presidente Bolsonaro também defendeu que igrejas evangélicas e católicas permaneçam abertas, a despeito da orientação do próprio Ministério da Saúde para que aglomerações sejam evitadas.

— Tem gente que quer fechar igreja. O último refúgio das pessoas... Lógico, o pastor vai saber conduzir seu culto. Ele vai ter consciência, o pastor ou padre, se a igreja está muito cheia, falar alguma coisa, ele vai decidir lá. Até porque a garantia de culto e proteção ao ambiente do mesmo é garantido pela Constituição. Não pode um prefeito ou governador achar que não vai ter mais culto — disse Bolsonaro.

O contágio pelo coronavírus em outros países mostra a potencial eficácia da limitação virtual dos contatos entre fiéis.

4. Igualdade ?

4. Ricos e pobres (Documento vídeo)

Ricos e pobres

  1. Assistir três vezes ao vídeo, documento n°4.
  2. Interrogar-se e debater sobre : necessidade e consequências da contingência

MPEG4 - 1.9 Mo

5. Maior desafio

5. O maior desafio...(Texto)

« Gripezinha » passe a ser o maior desafio...

  1. Ler o texto do documento n°5.
  2. Sublinhar os pontos que vos parecem mais importantes ou que suscitam interrogações.
  3. Debater

« O maior desafio de nossa geração... »

RIO — A maioria dos líderes mundiais, mesmo os que no início demonstraram relutância em adotar medidas duras contra a pandemia do novo coronavírus, agora vem pedindo à população dos seus países que fique em casa para frear o ritmo de aumento de casos da Covid-19. Ao passar dias chamando a doença de “gripezinha” e tentar impedir o isolamento de parte da população que pode ficar em casa, alegando querer proteger a economia, o presidente Jair Bolsonaro tornou-se parte de um grupo pequeno de chefes de Estado ou de governo a minimizar a gravidade da doença — embora, no pronunciamento de terça-feira à noite, ele tenha ensaiado um recuo, dizendo que a epidemia “é o maior desafio de nossa geração”.

Fonte

6. Humor

6. Minha quarentena - Humor (Documento vídeo)

Um pouco de humor...

  1. Assistir três vezes ao vídeo, documento n°5.
  2. Explicar o discurso duplo...
  3. Interrogar-se e debater sobre : a importância do humor durante o confinamento...
  4. Interrogar-se sobre a noção de riso (Cf. Bergson)

Segundo a teoria do alívio, desenvolvida principalmente a partir do século XIX, o humor pode provir da remoção de uma tensão e, por isso, tem efeitos positivos, como evitar o tédio e a melancolia.
Adaptação

7. Desigualdade

7. Desigualdade

Desigualdade

Desigualdade

Um texto de Fernando Sabino, uma adaptação filmada e uma entrevista sobre o tema da desigualdade social, da riqueza e da pobreza : O progresso para uns... ? E para os outros... ?

8. Propaganda

Propaganda - Globo

1. Transcrição : para compreender o texto
2. Tradução : para legendar o documento vídeo
3. Análise : decifrar a mensagem...

MPEG4 - 8.2 Mo
« Fique em casa » Artistas-Globo

9. E a política ?

Valsa dos ministros

Uma análise da situação política (Obrigada, Vinícius !)

A favor ou contra... ? Debate.

10. O fim...

Desconfinamento

Regresso às aulas : um alívio para quem ?...

MPEG4 - 2.5 Mo
Fin du confinement

Esperando alívio...

11. Carol conta...

Quarentena de Carol em Manaus : análise

Carol, a nossa assistente, voltou para Manaus em tempo de confinamento. Ela conta para nós...

  1. Escutar três vezes o áudio n°11 e o áudio n°12 : Carol em Manaus [2]
  2. Transcrever o texto de um dos dois áudios. (Fidelidade ao texto original.)
  3. Traduzir a transcrição (depois de corrigida) em francês. (Tradução fiel.)
  4. Análise da situação, tendo em conta as dificuldades e as « vantagens » que acompanham a chegada do vírus em Manaus.

Vantagens : ajuda do « digital »...

MP3 - 689.1 ko
Carol 1 Digital

Dificuldades...

MP3 - 2.4 Mo
Carol 2

Reportagem

Trabalhos de alunos

Travaux d'élèves

Ces travaux sont déjà corrigés pour certains. Les autres sont en cours de correction.

Vous pouvez lire les annotations sans cliquer (maintenir la souris sur le numéro de la note) ou en cliquant (bas de page. Pour remonter, cliquer sur le lien de la note.)

Produção dos alunos - T

1. Juliana 19 15

Transcrição do áudio

Muito boa transcrição, apesar da falta de pontuação, necessária para uma boa compreensão !

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena minha linda, a louça não tem uma suja, inédito, [3] a roupa eu já lavei, já passei, eu sujei roupa pra lavar e passar porque não tinha o que fazer o piso eu descobri no YouTube uma receitinha [4] Que vai bicarbonato e vinagre, o rejunte está branco igual o dente da Xuxa, eu já bati três Mangulão e nem como Mangulão, estou solando a massa de pão de queijo aqui vai perder porque não pode dar pros outro para não contaminar já fiz quatro almofadas no ponto cruz e 15 bico de pano de prato no crochê pra amanhã tem paisagismo e jardinagem é o que tá tendo…

Tradução

Une traduction qui montre que le document est parfaitement compris mais de nombreuses maladresses pour passer d’une langue à l’autre.

Laisse-moi te dire la vérité de chez moi dans cette quarantaine [5] ma puce, il y a aucune vaisselle [6] sale, impressionnant [7], la lessive [8] je l’ai fait et repasser [9] j’ai sali des vêtements pour laver [10] et repasser parce qu’il n’y avait rien à faire [11], [12] pour le sol j’ai découvert sur YouTube une petite recette de bicarbonate et vinaigre le colis [13] est blanc comme les dents de Xuxa j’ai déjà mixé trois Mangulas et je ne mange même pas de Mangula, je mets ma pâtes de pain au fromage ici [14], qui va perdre [15] parce que je ne peux pas [16] donner aux autres pour ne pas contaminer [17], j’ai fais trois oreillers [18] au point de croix et quinze becque [19] de torchon en crochet [20], pour demain il y a du [21] paysagisme et jardinage, c’est ce qu’il a [22]

2. Valéria

Transcrição

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena, minha linda. a louça não tem uma suja, inédito. a roupa eu já lavei e já passei. eu sujei roupa para lavar e passar, porque não tinha o que fazer. O piso eu descobri uma receitinha no Youtube que vai bicarbonato e vinagre. O rejunte tá branco igual o dente da Xuxa. Eu já bati três mangulão e eu nem como mangulão. Tou solando uma massa de pão de queijo aqui, que vai perde, porque não pode dar pros outros, pra não contaminar. Já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bico de pano de prato no crochê. Pra amanhã, tem paisagismo jardinagem. E o que tá acontecendo, minha linda.

Traduction

Permet moi [23] de te dire la réalité ici à la maison dans cette quarantaine [24] , ma belle. La vaisselle il a pas un sale, [25] incroyable. Les vêtements j’ai déjà lavés et repassés [26] . J’ai salis les vêtements pour lavé et repassé [27], car je n’avais rien à faire. Le sol j’ai découvert [28] une recette sur Youtube avec bicarbonate [29] et du vinaigre. Le sol est aussi blanc que les dent [30] de Xuxa. J’ai batu [31] trois mangulas et je ne mange même pas de mangulas. Je suis entrain de petrier [32] une pâte de pain au fromage, que je va [33] perdre, car je ne peut [34] pas donnée [35] aux autres, pour ne pas les contaminer. J’ai fait quatre oreillers au point de croix et quinze bec [36] de torchons au crochet. Pour demain, paysager et le jardinne [37]. C’est ce qui se passe, ma belle.

Menino de engenho

3. Matheus

3. Matheus

5. Victor 18->20 15

Transcrição do áudio

Excellente transcription !

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena, minha linda. A louça, não tem uma suja. Inédito. A roupa eu já lavei e já passei. Eu sujei roupa pra lavar e passar porque não tinha o que fazer. O piso, eu descobri no YouTube uma receitinha em que vai bicarbonato e vinagre. O rejunte tá branco igual o dente da Xuxa. Eu já bati três mangulão, e eu nem como mangulão. Tou solando uma massa de pão de queijo aqui, vai perder, porque não pode dar pros outros pra não contaminar. Já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos do pano de prato no crochê. Pra amanhã, tem paisagismo e jardinagem.

Tradução

De beaux efforts mais de nombreuses erreurs d’étourderie... Pensez à vous relire !

Laisse moi [38] te dire la réalité de ma maison [39] durant cette quarantaine, ma jolie. La vaisselle, il y en a pas une sale [40]. Inédit. Les vêtements, je les ai déjà laver et repasser [41]. J’ai sali [42] des vêtements pour les laver et repasser car je n’avais rien à faire [43]. Le sol [44], j’ai découvert sur YouTube une recette [45] qui contient du bicarbonate et du vinaigre. Le joint est blanc [46]comme les dents de Xuxa. J’ai déjà fait trois pâte [47] de gâteau au fromage, et je ne mange même pas de gâteau au fromage. Je réserve une pâte de pain au fromage ici, tu vas perdre [48], car nous pouvons pas donner aux autres pour ne pas contaminer [49]. J’ai déjà fait quatre coussin [50] au point croix et quinze pointe [51] de torchon au crochet. Pour demain il y a [52] du paysagisme et du jardinage.

6. Nayla 18 ..

Trabalho de literatura : transcrição

Uma boa transcrição, mostrando uma excelente compreensão do documento.

TEXTO : “Deixa eu te falar a realidade...”

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena minha linda. A louça, não tem uma suja, inédito ! A roupa, eu já lavei e já passei. Eu sujei roupa para lavar e passar porquê [53] não tinha o que fazer. O piso, eu descobri no Youtube uma receitinha que vai bicarbonato e vinagre, o rejunte esta [54] branco igual o dente da Xuxa. Eu já bati três mangalhões [55] e eu nem como mangulão, estou solando a massa de pão de queijo, que vai perder, porque não pode dar para os outros para não contaminar, já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos de pano no crochê, para amanhã tentar [56] paisagismo e jardinagem, é o que esta tendo minha linda !

Em francês : tradução

Alguns erros que você poderia emendar... graças a uma boa releitura.

Permet-moi [57] de te parler de la réalité chez moi dû [58] à la quarantaine, ma belle. La vaisselle, il n’y en a aucune, inédite [59]. Le linge, j’ai [60] déjà lavé et passé [61]. J’ai sali [62] les vêtements [63] pour les lavés [64] et repassés [65] car je n’avais rien à faire [66]. Pour le plancher [67], j’ai découvert sur YouTube une petite recette composées [68] de bicarbonate et vinaigre, le jointement [69] est blanc comme les dents de Xuxa. J’ai pétri trois gâteaux aux fromages [70] et je ne mange même pas de gâteau au fromage, je gache [71] la pâte du pain au fromage, qui ne sera pas utilisée, car je ne peux donner [72] aux autres pour ne pas les contaminés [73], j’ai déjà fait quatre coussins et quinze bouts de chiffons [74] en crochet [75], pour demain j’essayerai le paysagisme et le jardinage, c’est ce qu’il pour aujourd’hui [76] ma belle !

7. Emilly Piscina

TEXTO DE FERNANDO SABINO ‘'PISCINA''

Muito bom trabalho. Pense em reler...

Perguntas :

1. Quais são as diferentes personagens evocadas no texto ?

No texto temos mulheres observadoras, entre elas o « ser encardido », as crianças observadoras e a dona da casa com seu marido.✓

2. O que se sabe ou adivinha sobre o casal ?

O casal mora emuma [77] casa grande com piscina ao lado de uma favela, então podemos dizer que eles são ricos.✓

3. Que diferenças existem entre as duas mulheres ? Justifique citando elementos do texto.

No texto temos dois tipo [78] de mulheres, a dona da casa, uma mulher rica bem vestida [79] « Naquela manhã de sábado ele tomava seu gim-tônico no terraço, e a mulher um banho de sol, estirada de maiô à beira da piscina… » ao contrário da mulher observadora , que pussui um balde com o qual ela « roba » [80] a água da piscna [81] e que é descrita como um monstro « ra [82] um ser encardido, cujos mulambos em forma de saia não bastavam para defini-la como mulher. Segurava uma lata na mão, e estava parada, à espreita, silenciosa como um bicho. »✓

4. A mulher é comparada com um « bicho ». Por que razão ?

A mulher é comparada com um bicho por causa da aparência dela « suja », « Era um ser encardido, cujos mulambos em forma de saia não bastavam para defini-la como mulher. ». Uma mulher pobre não tem dinheiro para se cuidar feito uma mulher rica, podemos chamar isso de discriminação.✓

5. O acto da mulher da favela é altamente simbólico. Explique porquê.

O ato que a mulher comete significa que não há água na favela, enão [83] os pobres vão roubar a água dos ricos. ✓(O ato da mulher da favela criou um « precedente »..., o primeiro ato de uma rebelião)

6. Como se pode explicar a decisão do homem ? Ao seu ver, havia outras maneiras de evitar a confrontação ?

O homem ficou com medo dessa situação e então com medo dos habitantes da favela da qual eles eram vizinhos. Passaram a ter medo dessa invasão se repitir de forma diária e mais grave.✓(O homem « foge », havia outras soluções... ?)

7. O texto revela dois mundos extremamente contrastados. O que pode provocar a proximidade de dois « mundos » tão diferentes ?

O fato que eles são vizinhos pode provocar essa proximidade de dois mundos tão diferentes, porém a desigualdade faz eles se afastarem. Somos todos humanos com celébro [84], por isso um pobre pode chegar a ter tudo que um rico tem. O texto nos mostra o quanto a população pobre sofre com essa desigualdade, ão [85] ponto de roubar a água da piscina dos ricos. O fato dos ricos reagirem como se os pobres fossem monstros, mostra que por algum motivo os ricos se tornam monstros também.✓

8. Ao seu ver, a cena da piscina é representativa da sociedade brasileira ?

Na minha opinião tem um lado certo e um lado errado. Eu acho que é verdade porque as maiorias das favelas são localizadas perto de bairros de luxos, na qual várias infrações são cometidas pelo os [86] ‘’favelizados’’ [87]. Porém existe também ricos que dão empregos, por exemplo faxineira, cozinheira, babá, para as pessoas que moram na favela e que não tiveram condição de ter um diploma indo a [88] escola, ou também existe pessoas (ricos) que oferecem até quarto para os empregados.✓

8. Vinícius Tema n°6 Infância Menino

Commentaire

Excelente comentário, bem claro e completo. Você podia ter evocado o humor com que ele narra a quarentena, que ele sabe necessária :« Para não contaminar »...

Podemos perceber que a pessoa que gravou o áudio está falando sobre como está se passando sua quarentena “ Deixa eu te falar a realidade aqui de casa nessa quarentena “. Em seguida a pessoa conta que já fez várias atividades para passar o tempo tais como : lavar roupa, fazer comida e outras tarefas domésticas além de cozinhar. “ A louça, não tem uma suja, inédito ! A roupa, eu já lavei e passei. Eu sujei roupa pra lavar e passar porque não tinha o que fazer ! “ Vemos que a pessoa em questão está fazendo de tudo para não ficar parada e no tédio, prevendo até mesmo [89] tarefas para fazer no dia seguinte. “ Amanhã tem paisagismo e jardinagem. “ No final ,termina com a expressão : “ é o que tá tendo” que marca o esforço feito para não se acomodar diante da situação.

Transcription

Muito boa transcrição, fiel ao significado e ao registro coloquial. Pense em pontuar ! A pontuação é a « respiração do texto »...

Deixa eu te falar a realidade aqui de casa nessa quarentena, minha linda ! A louça não tem uma suja, inédito ! A roupa, eu já lavei e já passei. Eu sujei roupa ! para lavar e passar porque não tinha o que fazer. O piso, eu descobri no YouTube uma receitinha que vai bicarbonato e vinagre [90]o rejunte tá branco, igual o dente da Xuxa. Eu já bati três mangulão, e eu nem como mangulão. Tô [91] solando uma massa de pão de queijo aqui, que vai perder porque não pode dar para os outros que é para não contaminar. Já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos de pano de pratos no crochê. Pra amanhã, tem paisagismo e jardinagem, é o que tá tenho [92], minha linda !

Traduction

Vraiment très bien rendu ! Bel effort !

Laisse-moi te dire la réalité de la quarantaine chez moi, ma belle. La vaisselle, il n’y a même pas une seule assiette sale, c’est inédit ! Les linges [93], je l’ai déjà lavé et repassé. J’ai même sali des linges [94] pour les laver et pour les repasser parce que je n’avais rien d’autre à faire. Pour le carrelage, j’ai découvert sur YouTube une petite recette qui contient du bicarbonate et du vinaigre, les joints sont blancs comme les dents de Xuxa (présentatrice de télévision, chanteuse, actrice brésilienne). J’ai déjà préparé trois « mangulão » (gâteau au fromage traditionnel Brésilien) alors que je ne mange même pas de « mangulão ». J’ai réservé une pâte de « pão de queijo » (petit pain au fromage), qui va se gâcher parce qu’on ne peut pas en donner aux autres pour ne contaminer personne. J’ai déjà fait quatre coussins au point de croix et quinze pointes de torchon au crochet. Pour demain, se sera [du] paysagisme et jardinage. Voilà ma journée de confinement, ma belle.

Vídeo - Tema n°6 - O Isolamento

Que sensata reflexão... ! Gostei ! A referência a Jean-Paul Sartre introduz nitidamente as ideias desenvolvidas...

Como encarar o isolamento de forma produtiva ?

Sem dúvidas no período atual em que vivemos, o isolamento é algo extremamente necessário para frear a propagação do corona vírus.
No entanto, muitos de nós encaram o isolamento como algo chato, entediante.

“Se você sente tédio quando está sozinho é porque está em péssima companhia.”

Jean-Paul Sartre
Me apoiando nas palavras de Jean-Paul Sartre, entendo que ao menor indício de tédio em que possamos [95] sentir, transformemos em algo produtivo que agregue ainda mais valor em nosso carácter. Proponho que em vez de enxergarmos o lado ruim de toda essa situação, busquemos forças para fazer disso algo positivo. Ler, estudar, conversar e não apenas ver o tempo passar jogado no sofá em frente à televisão. Não estou dizendo para nos transformamos em máquinas de aprender, mas sim se [96] adaptar da melhor forma possível ao que estamos vivendo.
Transformar o tédio em algo produtivo nem sempre é uma tarefa fácil, digo isso por experiência própria, mas com o tempo vai ficando mais fácil.

Infância em Menino de engenho

Diaporama -> Cf Menino de engenho, produções

9. Victoria 20 Piscina Tema n°11

Transcription

Excelente transcrição !

“Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena minha linda. A louça, não tem uma suja, inédito ! A roupa, eu já lavei e já passei. Eu sujei roupa, pra lavar e pra passar porque não tinha o que fazer. O piso, eu descobri no YouTube uma receitinha que vai bicarbonato e vinagre, o rejunto está branco igual o dente da Xuxa. Eu já bati três mangulão e eu nem como mangulão. Tou solando uma massa de pão de queijo aqui, que vai perder porque não pode dar pros outros pra não contaminar. Já fiz quatros [97] almofadas no ponto cruz e 15 bicos de pano de prato no crochê pra amanhã ter paisagem no jardinagem. É o que está tendo minha linda.”

Traduction

“Laisse moi te parler de la réalité de la quarantaine chez moi, ma belle. La vaisselle il n’y a même pas une sale [98], c’est inédit ! Les vêtements [99], j’ai [100] déjà laver et déjà repasser [101]. J’ai [102] sali des vêtements, [103]à laver et à repasser parce que je n’avais rien [104] à faire. Le sol [105], j’ai découvert sur YouTube une petite recette qui contient du bicarbonate et du vinaigre, le joint est blanc comme les dents de Xuxa. J’ai déjà frappé [106] trois « mangulão » alors que je ne mange même pas de « mangulão ». J’ai mis de côté une pâte de « pão de queijo » ici, qui vas [107] se gâcher parce que on [108] ne peut pas [109] donner aux autres pour ne pas [110] contaminer. J’ai déjà fais [111] quatre coussin [112] au point de croix et quinze pointes de torchon au crochet. Pour demain avoir [113] du paysagisme et du jardinage. C’est ce qu’il y a ma belle. »

Piscina

PDF - 39 ko
Victoria - Piscina

1/ Descreva as duas imagens

Na primeira imagem, vemos duas pessoas brincando dentro da água de uma piscina e podemos constatar uma gotinha de água querendo descer.
Na segunda imagem podemos ver uma repartição, em cima tem as duas pessoas brincando na piscina e em baixo há uma mulher, de cor escura, esperando a gota de água cair em seu balde. Esses personagens estão dentro de uma espécie de ampulheta que mede a água invés de areia. A parte de cima mostra a abundância de água enquanto a parte de baixo representa uma seca. No fundo da ilustração podemos ver escrito “SAVE WATER” e “SAVE LIFE” o que significa “Salve a água” e “Salve a vida”. Nós podemos dizer que a parte de cima representa a riqueza e a parte de baixo a pobreza.

A ilustração “Ampulheta” nos mostra a desigualdade entre os dois lados da clepsidra (a clepsidra
mede a água). Enquanto as crianças estão gozando dentro da piscina a mulher está à espera da gota
de água na seca. Invés de estarem a gastar água (“Save Water”) eles deveriam saber seu justo valor
e que não é tudo mundo que pode ter (“Save Life”).

2/ Questionário

1. Quais são as diferentes personagens evocadas no texto ?

Os diferentes personagens evocados no texto são as mulheres silenciosas, magras e observadoras,
crianças de olhos grandes e atentos, o dono da casa com sua esposa e o “ser encardido” que era
uma das mulheres observadoras.

2. O que se sabe ou adivinha sobre o casal ?

Nós sabemos que o casal mora em uma residência na Lagoa Rodrigo de Freitas e eles tem uma
piscina, então podemos adivinhar que eles são ricos.

3. Que diferenças existem entre as duas mulheres ? Justifique citando elementos do texto.

Vemos que a mulher rica está aproveitando de um “banho de sol” “à beira da piscina” e veste um
“maiô”. Já a outra mulher, o “ser encardido”, não possui toda essa boa vida. Ela veste “mulambos
que formam uma saia” e passa por necessidades, vemos isso quando ela “colhia a água com sua
lata”.

4. A mulher é comparada com um “bicho”. Por que razão ?

A mulher é comparada com um “bicho” porque ela estava parada, à espreita, silenciosa e ficava encarando a mulher rica até ela pegar água e ir embora. Esse método é usado por animais quando eles ficam cismando de algo que pode os atacarem.

5. O ato da mulher da favela é altamente simbólico. Explique porquê.

O ato dela é altamente simbólico porque ela meio que quebrou a barreira que tinha entre o seu lado, o da favela, e o outro que contém a água, o dos ricos. A água não é propriedade de ninguém, todo mundo tem direito de ter água, por isso ela foi colher água. Esse ato dela pós fim a desigualdade.

6. Como se pode explicar a decisão do homem ? Ao seu ver, havia outras maneiras de evitar a confrontação ?

O homem tomou essa decisão por insegurança, ele ficou com medo que algo do tipo se repetisse ou que fosse pior, que por exemplo tivesse outros moradores da favela que iriam lá para roubar. Ao meu ver eles podiam ajudar os moradores (mas nem todo mundo tem um coração bom), fazer algum projeto para ajudar os das favelas.

7. O texto revela dois mundos extremamente contrastados. O que pode provocar a proximidade
de dois “mundos” tão diferentes ?

O que pode provocar a proximidade de dois “mundos” tão diferentes é o fato que nós somos todos
seres humanos, nós temos sentimentos. Como por exemplo o medo que a mulher da favela sentiu
indo pegar a água, o homem também sentiu medo e quis ir embora daquela casa.

8. Ao seu ver, a cena da piscina é representativa da sociedade brasileira ?

Ao meu ver a cena da piscina é representativa da sociedade brasileira porque nós sempre temos
essa ilustração de uma classe pobre e uma classe rica. Eu não me lembro de ter visto, lido algo sobre
a classe média o tanto que temos sobre essas duas classes. Sendo que a classe média representa
praticamente a metade da população brasileira.

Tema n°11

PDF - 55.9 ko
Victoria - Tema n°11

10. Mohammad

10. Mohammad

11. Márcia 19 15 Tema n°10 Piscina

Transcription

Très bonne transcription ! Attention à la ponctuation !

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena, minha linda. A louça ? Não tem uma suja,inédito.A roupa eu já lavei e já passei,eu sujei roupa para lavar e para passar porque não tinha o que fazer, [114]o piso ? Eu descobri no YouTube uma receitinha que vai bicarbonato e vinagre,o rejunte está branco igual o dente da Xuxa.Eu já bati três mangulões e eu nem como mangulão,to [115] solando uma massa de pão de queijo aqui que vai perder,porque não pode dar para os outros para não contaminar,já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos de pano de prato no crochê,para amanhã tem paisagismo e jardinagem,é o que está tendo minha linda.

Traduction

Attention à la ponctuation ! N’oubliez pas les espaces...

Laisse-moi te parler d’une réalité ici à la maison dans cette quarantaine,ma belle.La vaisselle ? Aucune n’est sale,inédit.Les vêtements,j’ai déjà lavés et les repassés [116],parce que il n’y avait rien à faire,le sol ? J’ai découvert sur YouTube une recette,qui est [117] le bicarbonate et le vinagre [118],le joint est blanc comme la dent de Xuxa [119].J’ai déjà préparé trois fois la masse [120] du gâteau au fromage, je prépare une pâte pour des pains au fromage, qui va se perdre, parce que ne peut pas le donner aux autres pour ne pas contaminer [121],j’ai déjà fait quatre cousins [122] au point de croix et quinze bordures de torchon en crochets [123],pour demain il y a [124] le paysage [125] et le jardinage, c’est ce qu’il y’a [126] ma belle.

Piscina

1.A primeira imagem está em preto e branco,tem duas pessoas brincando em uma piscina,parecem crianças e parece que uma gota da água da piscina evacua.

Na segunda imagem tem uma clepsidra onde tem duas pessoas em uma piscina brincando na parte de cima da clepsidra,enquanto tem uma mulher embaixo com um recipiente para pegar a água que sai da piscina.

As imagens caracterizam diferentes situações, por exemplo na primeira imagem é ilustrada a riqueza, e a segunda a pobreza, até mesmo o título da imagem quer dizer “save water, save life ”porque na primeira imagem praticamente eles usam a água para o laser,desperdiçando,enquanto pessoas realmente precisam da água.

2.Perguntas sobre o texto

a) Os personagens evocados no texto são as mulheres magras, as crianças que observavam o jardim do vizinho, e a dona da residência luxuosa,seu marido que estava no terraço, e a mulher sinistra da favela que entrou para pegar água da piscina.

b) Os donos da casa esbanjam no texto a riqueza, o marido estava no terraço da casa tomando gim tônico e a mulher estava tomando sol na beira da piscina,sem nenhuma preocupação, só aproveitando.

c) A diferença entre as mulheres é que a dona da casa tem recursos e a outra é pobre,percebe-se na vestimenta de ambas,a dona da casa usa um maiô e está em laser na beira de sua piscina, tranquila pegando um sol,enquanto a mulher que observa usa um trapo mulambo
« e a mulher um banho de sol, estirada de maiô à beira da piscina quando perceberam que alguém os observava pelo portão entreaberto.Era um ser encardido, cujos mulambos em forma de saia não bastavam para defini-la como mulher »
esta que estava observando a outra na piscina não esboça tranquilidade alguma, percebe-se também a necessidade de água da mulher da favela e o esbanjo de água da dona da casa, mas quando a mulher se aproxima da dona da casa, ela usa um olhar desafiador e a dona da casa fica com medo.

d) « A espreita silenciosa como um bicho »
A mulher foi caracterizada como um bicho porque ela estava como um animal à espreita de sua presa, ela entra no jardim da casa alheia e olha com um olhar desafiador para dona e pega a água da piscina e sai da casa ainda desconfiada, silenciosa e sinistra.

e) O acto da mulher da favela se torna simbólico porque as pessoas que moram na favelas costumam ser tachados de ladrões, então esse acto dela de entrar na casa alheia e pegar a água que “pertencia ” aos donos daquela casa simboliza uma ladra de favela, porém a ousadia dela e aquele ar desafiador de entrar e pegar o que lhe era necessário a “água ” mostra um acto de coragem de reivindicação pelo direito de possuir água como todos, a injúria daquela mulher com a injustiça e desigualdade na sociedade.

f) A decisão do dono da casa é de medo, receio que houvesse um combate, ou seja, uma revolta, porque se aquela mulher havia entrado na casa dele e pego tão simplesmente a água da piscina alheia, ao ver dele poderia acontecer algo pior, ali não havia segurança.A solução foi se mudar, vender a casa, talvez houvesse outra maneira de evitar a confrontação com a mulher, mas já seria difícil se toda a favela os confrontasse.

g) Mundos em total contraste não costumam se misturar, porém o que poderia possivelmente aproxima-los seria um sentimento de revolta, uma grande necessidade como a dessa mulher de favela, o anseio de igualdade social, pode ser um sentimento de inveja também.

h) Ao meu ver a cena da piscina não representa o grande número da sociedade brasileira, porque existe ricos e muitos pobres como neste texto, porém a maioria da sociedade brasileira é de classe média, não vive mal,mas também não esbanja tanto luxo assim.

O otimista e o pessimista

Tema n°10 : Esperança e confiança

Otimista Márcia

Eu escolhi essa imagem. O otimista e o pessimista,ambos são seres humanos com erros e acertos, ou seja, a diferença entre eles é que um sofre antecipado.O pessimista sofre antecipado porque com seu pessimismo ele sabe que não vai dar certo e já sofre antes do resultado, já o otimista ele pensa positivo até que dê errado, aí ele começa a sofrer.

12. Marie-Christine

12. Marie-Christine

13. Steven

13. Steven

14. Andreza

14. Andreza

Produção dos alunos - P

2. Yuneidi

2. Yuneidi

3. Eloïc

TRANSCRIÇÃO

Excelente trabalho de transcrição, respeitando o « coloquial » mas ficando bem correto !

DEIXA EU TE FALAR A REALIDADE DAQUI DE CASA NESSA QUARENTENA MINHA LINDA.
A LOUÇA ? NÃO TÊM UMA SUJA, INÉDITO !
A ROUPA ? EU JÁ LAVEI E JÁ PASSEI. EU JÁ SUJEI ROUPA PARA LAVAR E PASSAR PORQUE NÃO TINHA O QUE FAZER.
O PISO ? EU DESCOBRI NO YOUTUBE UMA RECEITINHA QUE VAI BICARBONATO E VINAGRE, O REJUNTE ESTÁ BRANCO IGUAL O DENTE DA XUXA.
JÁ BATI TRÊS MANGULÃO E EU NEM COMO MANGULÃO.
ESTOU SOLANDO A MASSA DE PÃO DE QUEIJO AQUI QUE VAI PERDER PORQUE NÃO PODE DAR PARA OS OUTROS, PARA NÃO CONTAMINAR.
JÁ FIZ QUATRO ALMOFADAS NO PONTO CRUZ E QUINZE BICOS DE PANO DE PRATO NO CROCHÊ.
PARA AMANHÃ, TÊM [127] PAISAGISMO E JARDINAGEM.
É O QUE ESTÁ TENDO, MINHA LINDA.

MANGULÃO : PÃO DE QUEIJO
SOLANDO : (NÃO ENCONTRADO)

TRADUÇÃO EM FRANCÊS

Un texte bien compris mais le rendu en français pourrait laisser croire que vous n’avez pas tout saisi. Regardez bien les corrections et suggestions...

PUIS-JE VOUS [128] PARLER DE LA RÉALITÉ DE LA MAISON DANS CETTE QUARANTAINE, MA BELLE.
LA VAISSELLE ? N’EN AVEZ-VOUS PAS UNE SALE [129] : , INÉDITE [130] !
LE LINGE ? J’AI [131] DÉJÀ LAVÉ ET PASSÉ [132], J’AI SALI LE [133] LINGE POUR LA LESSIVE ET LE REPASSAGE [134] PARCE QUE JE N’AVAIS RIEN À FAIRE [135].
LE PLANCHER [136] ? J’AI DÉCOUVERT SUR YOUTUBE UNE PETITE RECETTE AVEC DU BICARBONATE ET DU VINAIGRE, LE JOINT EST BLANC COMME LA DENT DE XUXA.
J’AI DÉJÀ FAIT TROIS GÂTEAUX AU FROMAGE ET JE NE MANGE MÊME PAS DE GÂTEAU AU FROMAGE.
JE PRÉPARE LA PÂTE DE PAIN AU FROMAGE QUE JE VAIS PERDRE PARCE QU’ON PEUT PAS DONNER [137] AUX AUTRES POUR NE PAS CONTAMINER [138].
J’AI FAIT QUATRE COUSSINS SUR LE POINT CROIX [139] ET QUINZE BUSES [140] TORCHON CROCHET [141].
POUR DEMAIN IL Y A [142] DU PAYSAGISME ET DU JARDINAGE.
C’EST CE QU’IL Y A [143] MA BELLE.

4. Shayann

4. Shayann

5. Maria

5. Maria

6. Dorine

6. Dorine

8. Laurine Tema n° 3

Transcription du doc n°1 (audio)

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena minha linda ! a louça não tem uma suja , inédito ! . A roupa eu já lavei e já passei . Eu sujei roupa pra lavar e passar porquê não tinha o que fazer . O piso , eu descobri no YouTube uma receitinha que vai bicarbonato e vinagre , o rejunte está branco igual o dente da Xuxa. Eu já bati três mangulão e eu nem como mangulão. To solando uma massa de pão de queijo aqui que vai perder , porquê não pode dar pros outros pra não contaminar. Já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos de pano de prato no crochê , pra amanhã tem paisagismo e jardinagem é o que tá tendo minha linda .

Traduction

Laisse-moi te dire la réalité de la maison dans cette quarantaine, ma belle ! la vaisselle n’a pas une saleté , inédite ! Le linge j’ai lavé et passé. J’ai fait la lessive et le repassage parce que je n’avais rien à faire. J’ai trouvé sur Youtube une petite recette qui comporte du bicarbonate et vinaigre , le sol est blanc comme les dents de Xuxa. Moi j’ai déjà fait trois mangulão alors que je ne mange même pas. Je pétris une pâte de pain au fromage qui va ce perdre parce que je ne peux pas donner aux autres pour ne pas contaminer. J’ai déjà fait quatre coussins au point de croix et quinze buses en torchon au crochet, pour demain aménagement paysager et jardinage c’est ce qu’il y a ma belle .

Transcription du doc n°4 (vidéo)

É essa semana foi difícil né gente ? Eu quero dá [144] uma mensagem final pra gente encerrar essa semana.
Porquê te dizem aí (fiquem em casa, más e se você nem casa tem ? )
E se te dizem álcool em gel tem que usar, más se você não tem nem água encanada, não tem saneamento.
Olha o coronavírus tá abrindo um distanciamento social bem mais do que a gente imaginava, tá jogando na nossa cara todas [145] nossas maiores mazelas da sociedade onde os ricos se protegem lá nas suas redomas, nas suas casas. E os pobres ? Fiquam [146] a onde [147] ? No selento [148] ?
Se a distância já era grande entre ricos e pobres aqui no Brasil, parece que agora ficou ainda maior, então a gente tem que lutar contra isso.
Que tal caros empresários ao invés de aumentar o preço do álcool em gel, a gente lotar os caminhões com esse produto essencial ?
E distribuir em áreas de favela e em comunidades carentes, ao invés de aumentar o preço do sabão, da água, os produtos de limpeza ou então encaixotar e colocar tudo dentro de casa.
Que tal a gente exercitar a solidariedade e ajudar quem tá precisando, se a gente mudar a nossa realidade a gente vai saí dessa com certeza, com uma sociedade melhor mais justa e mais consciente.
A gente precisa tirar lições do coronavírus, é isso que a gente espera.
E pra encerar, a gente vai amostra [149] aqueles aplausos para os profissionais de saúde, a gente tem eles. - Ah ! Vamos colocar por favor.
Porquê eu quero mostrar que são essas pessoas que precisam dos nossos aplausos.
Olha aí, todo o Brasil vamos se reunir hoje a noite para aplaudir os profissionais de saúde obrigada , até segunda gente !
favelas*

Tema n°3 - Consequências na vida cotidiana.

9. Taina

9. Taina

10. Olivia

10. Olivia

11. Matheus

11. Matheus

12. Diana Tema n°3

Transcription

[09:12, 24/03/2020] Diana PREMIÈRE : "Laisse moi te parler de la réalité de cette quarantaine de chez moi ma belle. Il n’y a pas une vaisselle de sale, inédit. J’ai lavé, j’ai repassé les vêtements et j’ai même salit les vêtements pour les laver et les repasser car je n’avais rien d’autre à faire. Pour le sol, j’ai découvert sur youtube une petite recette de bicarbonate et de vinaigre, le joint est devenu blanc comme les dents de Xuxa. J’ai déjà fait trois mangulão (gâteau de fromage) alors que je n’en mange même pas. Je suis en train de garder la pâte pour le pain de fromage et qui va se gâter parce que je n’ai personne à qui le donner sinon ça le contaminera. J’ai déjà fait quatre coussins au point de croix, 15 [buses de torchons en crochet ?] pour pouvoir ajouter du paysage à mon jardin demain.

Traduction

Laisse-moi te raconter la réalité du déroulement de cette quarantaine depuis chez moi, ma belle. La vaisselle, il n’y a pas une assiette de sale, inédit. J’ai déjà lavé et repassé le linge que j’ai même sali par la suite pour le laver et le repasser encore une fois car je n’avais rien d’autre à faire. Pour le sol, j’ai découvert sur youtube une petite technique de bicarbonate et de vinaigre, le joint est devenu blanc comme les dents de Xuxa (animatrice brésilienne). J’ai déjà fait trois « mangulão » (gâteau de fromage) alors que je n’en mange même pas. Je suis en train de réserver la pâte pour le pain de fromage qui va se gâter parce que je n’ai personne à quile donner sinon ça pourrait le contaminer. J’ai déjà brodé quatre coussins au point de croix, 15 angles de torchons au crochet. Pour demain, ce sera paysagisme et jardinage.

13. Audrey Tema n° 8 Piscina

Travail consciencieux. Regardez bien vos erreurs (principalement des fautes d’accord).

Transcription du document vidéo n°4

Traduction

Et cette semaine a été difficile, non ? Nous voulons envoyer un message à la fin, nous terminerons cette semaine, car ils vous disent comme ça, je suis à la maison, mais si vous n’avez même pas de l’alcool dans un gel [150], mais si vous n’avez même pas d’eau courante, vous n’avez pas assainissement. Regardez, le coronavirus ouvre la distance sociale, il y a plus que ce que nous imaginions jette dans notre visage tous les plus grands maux de la société où les riches se protègent dans leurs maisons et les pauvres restent à l’écart du vent si la distance Jaraguá entre riches et pauvres ici au Brésil. On dirait que c’est devenu encore plus gros maintenant. Nous devons donc lutter contre cela, en tant que tels, augmenter le prix du gel d’alcool, nous mettons des camions avec ce produit essentiel.
Dans les favelas les communautés dans le besoin au lieu d’augmenter le prix du savon à l’eau pour les produits de nettoyage ou de tout mettre dans la maison, que diriez-vous de faire preuve de solidarité et d’aider ceux qui en ont besoin si nous changeons notre réalité, nous le ferons en sortir. Certes, en tant que société meilleure, plus juste et plus consciente, nous pensons que nous espérons y mettre fin, nous montrerons les applaudissements de nos professionnels de la santé, nous. Il y en a, disons-le s’il vous plaît, parce que je veux le montrer.
Notre précision actuelle ne fait que regarder autour du Brésil, nous allons nous rencontrer ce soir pour applaudir les professionnels.

Tema n°8 - O isolamento

Une réflexion intéressante et documentée. Pensez à vous relire pour corriger certaines fautes d’accord, principalement...

Quelles sont les conséquences de cette période d’isolement ?

Nombreuses sont les conséquences de cette [151] isolement que ce soit des victimes de violences conjugales passant par la maltraitance infantile pour finir à par [152] la dépression.
Psychologiques (harcèlement moral, insultes, menaces),
Physiques (coups et blessures), sexuelles (viol, attouchements, il peut y avoir viol même en cas de mariage ou de Pacs),
ou économiques (privation de ressources financières et maintien dans la dépendance) la femme subit une accumulation importantes [153] de la part de l’homme.
Les questions que tout le monde ce [154] pose est [155] Pourquoi ne se défendent-elles pas ? Pourquoi elles n’ont parle pas ? [156]
Tout simplement parce qu’elles ont peur des représailles [157] une femme n’est pas doté [158] de la même capacité physique que l’homme et qu’elles ont construit ou plutôt sont habitués [159] à une sphère d’amour toxiques [160] dont elles ont peur de ce [161] défaire, car elles estiment que cette relation est basé sur l’amour.
Chaque année des femmes meurs [162] chaque 2 jours plus de 60 000 cas de violences non mortelle. [163]
Alors Mesdames réagissez quittés [164] votre foyer, porté [165] plainte, composé [166] le numéro vert qui est le 3919. Il est important de bien vous entouré [167] lorsque vous êtes victime avk [Ack ?]] des personnes de confiance à appeler en cas d’urgence.
La femme n’est pas là [168] seule victimes de violences et de maltraitance l’enfant aussi est nourri d’amour noir, les violences au sein du couple ont des conséquences graves, parfois fatales, sur les enfants qui y sont exposés et en deviennent ainsi pleinement victimes. La maltraitance faites [169] aux enfants recouvre de multiples formes : violences physiques, psychologiques, sexuelles, négligences...
Les séquelles de la maltraitance troubles sensoriels, troubles du sommeil, perte de capacités, état de santé durablement dégradé, handicap, voire décès prématuré. En effet, l’impact de la maltraitance sur le cerveau, sur la psychologie et sur le développement des enfants est largement documenté, les professionnels allant jusqu’à parler de psycho-traumatisme.
La dépression est également fréquente. Elle passe souvent inaperçue, car les symptômes fatigue, perte de motivation, isolement ( repli sur soi ) ne sont pas flagrant. [170] On se sent coupé de tout et c’est tellement plus douloureux.
Les conséquences de cette période d’isolement sont les violences dans le cadre familial qui puisse [171] aboutir à une dépression du [172] à l’isolement.

Violência e álcool

PISCINA

1. Quais são as diferentes personagens evocadas no texto ?

As personagens evocadas neste texto são a mulher e o homem dono da casa e a estranha pessoa que segurava a lata. ✓

(Também havia as outras mulheres e as crianças.)

2. O que se sabe ou adivinha sobre o casal ?

Ele tomava o seu gin tónico no terraço, e a mulher um banho de sol, esticado [173] em trajes de banho à beira da piscina, quando perceberam que alguém os observava. ✓

((Sabemos, adivinhamos que o casal pertence à classe social dos « ricos ». )

3. Que diferenças existem entre as duas mulheres ? Justifique citando elementos do texto.

Há um meio social diferente que separa as duas mulheres, uma em bikini deitado [174] à beira da piscina, a outra admiradora [175] atrás de um portão 

(Um portão entreaberto as separa, separando dois mundos.
Havia muitos elementos para mostrar o antagonismo...)

4. A mulher é comparada com um « bicho ». Por que razão ?

A mulher é comparada a uma minhoca [176] porque ela entrou no jardim e saiu do mesmo modo 

5. O acto da mulher da favela é altamente simbólico. Explique porquê.

6. Como se pode explicar a decisão do homem ? Ao seu ver, havia outras maneiras de evitar a confrontação ?

7. O texto revela dois mundos extremamente contrastados. O que pode provocar a proximidade de dois « mundos » tão diferentes ?

A casa de pessoa de alto nível social é colocado [177] no coração de favelas bairro pobre do brasil aqui é o que aproxima nossos dois mundo muito diferente [178] a proximidade de locais de vida ✓

8. Ao seu ver, a cena da piscina é representativa da sociedade brasileira ?

Sim, porque muitas pessoas não tentam associar-se às pessoas mais necessitadas com medo de manchar os seus rótulos sociais. Não se pode instalar no coração de um quarto [179] como este e não se identificar com os outros ✓

(Será essa a única razão... ?)

14. Kimberley Tema n° 8 Piscina

Tema n° 8

O Isolamento

PDF - 1 Mo
Kimberley Tema n°8 Isolamento

Piscina

1. As várias características mencionadas são riqueza, pobreza, desigualdades sociais, progresso para alguns e não para outros.

2. Sabemos que eles são ricos. Também sabemos que eles não se sentem à vontade com o fato de existirem favelas no campo de visão de sua bela casa. Desde que eles venderam seus imóveis imediatamente após a visita de um morador da favela.

3. A diferença entre as duas mulheres é que uma é refinada e rica, a outra é imunda e pobre.

4. A mulher é comparada a um animal, devido ao seu vestido.

6. Não sei como explicar, mas ele poderia ter perguntado o que ela estava fazendo ali e tratado-a normalmente, e não se ela fosse de uma espécie diferente dos humanos.

7. A socialização poderia provocar uma proximidade entre os dois « mundos » tão diferentes.

8. Possível ! Na verdade, eu não sei.

15. Julianne

TRANSCRIÇÃO

Excelente trabalho de transcrição, respeitando o « coloquial » mas ficando bem correto !

DEIXA EU TE FALAR A REALIDADE DAQUI DE CASA NESSA QUARENTENA MINHA LINDA.
A LOUÇA ? NÃO TÊM UMA SUJA, INÉDITO !
A ROUPA ? EU JÁ LAVEI E JÁ PASSEI. EU JÁ SUJEI ROUPA PARA LAVAR E PASSAR PORQUE NÃO TINHA O QUE FAZER.
O PISO ? EU DESCOBRI NO YOUTUBE UMA RECEITINHA QUE VAI BICARBONATO E VINAGRE, O REJUNTE ESTÁ BRANCO IGUAL O DENTE DA XUXA.
JÁ BATI TRÊS MANGULÃO E EU NEM COMO MANGULÃO.
ESTOU SOLANDO A MASSA DE PÃO DE QUEIJO AQUI QUE VAI PERDER PORQUE NÃO PODE DAR PARA OS OUTROS, PARA NÃO CONTAMINAR.
JÁ FIZ QUATRO ALMOFADAS NO PONTO CRUZ E QUINZE BICOS DE PANO DE PRATO NO CROCHÊ.
PARA AMANHÃ, TÊM [180] PAISAGISMO E JARDINAGEM.
É O QUE ESTÁ TENDO, MINHA LINDA.

MANGULÃO : PÃO DE QUEIJO
SOLANDO : (NÃO ENCONTRADO)

TRADUÇÃO EM FRANCÊS

Un texte bien compris mais le rendu en français pourrait laisser croire que vous n’avez pas tout saisi. Regardez bien les corrections et suggestions...

PUIS-JE VOUS [181] PARLER DE LA RÉALITÉ DE LA MAISON DANS CETTE QUARANTAINE, MA BELLE.
LA VAISSELLE ? N’EN AVEZ-VOUS PAS UNE SALE [182] : , INÉDITE [183] !
LE LINGE ? J’AI [184] DÉJÀ LAVÉ ET PASSÉ [185], J’AI SALI LE [186] LINGE POUR LA LESSIVE ET LE REPASSAGE [187] PARCE QUE JE N’AVAIS RIEN À FAIRE [188].
LE PLANCHER [189] ? J’AI DÉCOUVERT SUR YOUTUBE UNE PETITE RECETTE AVEC DU BICARBONATE ET DU VINAIGRE, LE JOINT EST BLANC COMME LA DENT DE XUXA.
J’AI DÉJÀ FAIT TROIS GÂTEAUX AU FROMAGE ET JE NE MANGE MÊME PAS DE GÂTEAU AU FROMAGE.
JE PRÉPARE LA PÂTE DE PAIN AU FROMAGE QUE JE VAIS PERDRE PARCE QU’ON PEUT PAS DONNER [190] AUX AUTRES POUR NE PAS CONTAMINER [191].
J’AI FAIT QUATRE COUSSINS SUR LE POINT CROIX [192] ET QUINZE BUSES [193] TORCHON CROCHET [194].
POUR DEMAIN IL Y A [195] DU PAYSAGISME ET DU JARDINAGE.
C’EST CE QU’IL Y A [196] MA BELLE.

16. Layane 18 Tema n°10

Pontuação !!!

Transcrição

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena minha linda ! a louça não tem uma suja , inédito ! . A roupa eu já lavei e já passei . Eu sujei roupa pra lavar e passar porquê não tinha o que fazer . O piso , eu descobri no YouTube uma receitinha que vai bicarbonato e vinagre , o rejunte está branco igual o dente da Xuxa . Eu já bati três mangulão e eu nem como mangulão. To solando uma massa de pão de queijo aqui que vai perder , porquê não pode dar pros outros pra não contaminar. Já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos de pano de prato no crochê , pra amanhã tem paisagismo e jardinagem é o que tá tendo minha linda .

Tradução

Attention à la ponctuation et aux PRONOMS !

Laisse-moi te dire la réalité de la maison [197] dans cette quarantaine [198], ma belle ! la vaisselle n’a pas une saleté , inédite ! [199] . Le linge j’ai lavé et passé [200]. J’ai fait la lessive et le repassage parce que je n’avais rien à faire. J’ai trouvé sur Youtube une petite recette qui comporte du bicarbonate et vinaigre , le sol est blanc comme les dents de Xuxa. Moi j’ai déjà fait trois gâteau [201] au yaourt alors que je ne mange [202] même pas. Je pétris une pâte de pain au fromage qui va ce [203] perdre parce que je ne peux pas [204] donner aux autres pour ne pas contaminer [205]. J’ai déjà fait quatre coussins au point de croix et quinze buses en torchon [206] au crochet, pour demain aménagement paysager et jardinage c’est ce qu’il y a ma belle [207].

Tema n°10

...

17. Jordi

Transcription

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena minha linda ! a louça não tem uma suja , inédito ! . A roupa eu já lavei e já passei . Eu sujei roupa pra lavar e passar porquê não tinha o que fazer . O piso , eu descobri no YouTube uma receitinha que vai bicarbonato e vinagre , o rejunte está branco igual o dente da Xuxa. Eu já bati três mangulão e eu nem como mangulão .To solando uma massa de pão de queijo aqui que vai perder , porquê não pode dar pros outros pra não contaminar. Já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos de pano de prato no crochê , pra amanhã tem paisagismo e jardinagem é o que tá tendo minha linda .

Traduction

Laisse-moi te dire la réalité de la maison dans cette quarantaine, ma belle ! la vaisselle n’a pas une saleté , inédite ! . Le linge j’ai lavé et passé. J’ai fait la lessive et le repassage parce que j’ai sali le linge je n’avais rien à faire. J’ai trouvé sur Youtube une petite recette qui comporte du bicarbonate et vinaigre , le sol est blanc comme les dents de Xuxa. Moi j’ai déjà fait trois mangulão alors que je ne mange même pas . je pétris une pâte de pain au fromage qui va ce perdre parce que je ne peux pas donner aux autres pour ne pas contaminer. J’ai déjà fait quatre coussins au point de croix et quinze buses en torchon au crochet, pour demain aménagement paysager et jardinage c’est ce qu’il y a ma belle.

18. Gabriella

I. TRANSCREVER

Deixa eu te falar a realidade daqui de casa nessa quarentena minha linda, a louça ? Não tem uma suja, inédito ! A roupa ? Eu já lavei e já passe, eu sujei roupa para lavar e passar porque não tinha o que fazer. O piso eu descobri no YouTube uma receitinha que vai : bicarbonato e vinagre, o rejunte está branco igual o dente da Xuxa. Já bati três mangualão e eu nem como mangulão. Estou solando a massa de pão de queijo aqui que vai perder porque não pode dar para os outros, para não contaminar. Já fiz quatro almofadas no ponto cruz e quinze bicos de prato no crochê, para amanhã ? Tem paisagismo e jardinagem. É o que está tendo minha linda.

II. TRADUZIR

Laisse moi te parler de la réalité ici à ma maison dans cette quarantaine ma belle, la vaisselle ? Il n’y en a pas une sale, du jamais vu ! Le linge ? J’ai déjà lavé et repassé, j’ai éclaboussé les linges pour ensuite faire la lessive et le repassage parce que je n’avais rien à faire.
Pour le sol j’ai découvert sur YouTube une petite recette qui va : du bicarbonate et du vinaigre, le coulis est blanc comme la dent de Xuxa.
J’ai déjà agité le cheesecake et je ne kiffe même pas les cheesecake.
Je suis à flétrir la pâte de fromage que je vais perdre parce que je ne peux pas la donner aux autres, pour ne pas contaminer. J’ai fabriqué quatre oreillers au point de croix et quinze dessous de plats au crochet, pour demain ? Il y a l’aménagement paysager et le jardinage.
C’est ce qu’il y a ma belle.

III. Definições /	Sinônimos

Mangulão : bolo de queijo ( parece com pão de queijo )

Secondes

1. Raphaëlla Tema n°3 Tema n°6 Transcr. Carol n°2 (b)

Tema n°3 - Consequências na vida cotidiana.

Quais são os pontos positivos e quais são os pontos negativos ?

Ficar em casa sempre foi uma coisa positiva, podemos ficar com nossa família. E saborear muitos bons momentos, momentos que tivemos chances de saborear antes mas não soubemos aproveitar.
Geralmente nós jovens, gostamos do fato de não ter que acordar cedo para ir à escola. Sempre tivermos vontade de viver assistindo Netflix, ou só fazendo algo que a gente gosta muito.
Ficar no celular, assistir televisão, comer o que nós sentimos vontade de comer e quando quisermos.
Mas uma hora a gente cansa dessa rotina, não podemos ver ninguém, não podemos nem sair de casa. A gente se sente mal, é como se não tivéssemos mais nossa liberdade. Fora a causa disso tudo né, estamos combatendo um vírus mundial.
A partir daí, aparecem vários pontos negativos.
Como a autorização de sair de casa, apenas para coisas indispensável e necessidades. O fato de ser por uma causa tão delicada, nos causa sentimentos ruins, como o medo, ficamos atormentados
Pelo menos um dos pais, tem que ficar em casa para cuidar das crianças, que infelizmente tiveram que parar de estudar.
Tudo isso pode causar várias consequências econômicas mas também na aprendizagem para as crianças atrasando seus estudos .
Nessas horas bate uma saudade muito grande de ir para escola, nunca pensei que eu diria isso mas é a verdade.

Tema n°6 - Noção de medo

Noção de medo

Há pontos positivos no medo ?

Estamos vivendo uma crise sanitária, lutamos para combater um vírus !
No começo nos sentimos invulneráveis mas quanto mais o tempo passa, começamos a sentir medo.
Esse medo começa quando começamos a ver os números de casos e de mortes nos jornais.
Isso é tudo psicológico, se não tivéssemos as informações desses números provavelmente não teríamos medo.
Mas essa és a questão, se não a gente não sentisse medo desse vírus, a gente também não teria medo da propagação dele.
Então todos esses números e informações são necessários assim como essa noção de medo.
Podemos comparar esse vírus com uma guerra mundial até porque o medo é o mesmo ou até pior pelo fato de não podermos ver esse vírus.
O medo acaba assustando, e isso não deve nos deixar desesperados.
Temos que achar algo positivo nele, e no meu ponto de vista ele é necessário para que possamos nos proteger, proteger nossa família e evitar a propagação do vírus.

Transcrição Carol - Doc. áudio n°2 (b)

Segunda parte : transcrição fiel à expressão oral

É isso a situação, é preocupante mas a gente não tá... por exemplo eu nem minha família a gente não tá desesperado, a gente tá calmo. Até porque se a gente perder a calma aí, desanda mas nós estamos bem, estamos ficando em casa, a gente usa os aplicativos e delivery esses tipos de informática né pra evitar sair, ficar saindo e entrando em contato com muitas pessoas.
Então, é isso quarentena aqui tá acontecendo também mas não estamos pessimistas, não estamos descontrolados na verdade optimista que vai ficar tudo bem. E que logo mais a gente vai tá voltando aí pra atividade. A gente tem noção que as coisas não vão voltar a ser como era antes até porque o mundo mudou completamente depois desse, dessa pandemia mas a gente não perde a fé não é estamos otimistas vai ficar tudo bem, tudo certo. Tem morte sim, tem pessoas contaminadas sim, o sistema de saúde tá complicado mas muitos brasileiros estão se ajudando, muitos famosos estão ajudando as pessoas também, fazendo lives no YouTube pra arrecadar alimentos. Vários cantores que tinham shows, cancelaram os shows e estão fazendo lives de graça nos YouTube e a partir dessas lives estão coletando alimentos e doações para levar aos que não tem condições. Então é um momento que no Brasil, impressionante o quanto as pessoas estão se ajudando e se doando pelo próximo. Isso é uma coisa muito positiva e é isso que eu tenho de mensagens pra vocês, que a cooperação tá aumentando aqui. A gente tá se ajudando e certeza que o Brasil vai sair dessa e vai ficar tudo bem.

Do « informal oral » ao « formal escrito »...

Correção colegial

É isso, a situação é preocupante mas a gente não está... se desesperando.
Por exemplo eu, nem minha família, estamos desesperados. A gente está calmo. Até porque se a gente perder a calma, aí desanda, mas nós estamos bem. Estamos ficando em casa. A gente usa os aplicativos de delivery para evitar sair de casa e entrar em contato com muitas pessoas.

Então, é isso, quarentena aqui está acontecendo também, mas não estamos pessimistas. Não estamos descontrolados, na verdade somos otimistas, porque vai ficar tudo bem. E que logo mais, a gente vai estar voltando para a atividade.

A gente tem noção que as coisas não vão voltar a ser como era antes, até porque o mundo mudou completamente depois dessa pandemia mas a gente não perde a fé. Estamos otimistas : vai ficar tudo bem, tudo certo.

Tem morte sim, tem pessoas contaminadas sim. O sistema de saúde está complicado mas muitos Brasileiros estão se ajudando. Muitos famosos estão ajudando as pessoas também, fazendo lives no YouTube para arrecadar alimentos.

Vários cantores que tinham shows cancelaram os shows e estão fazendo lives de graça no YouTube e a partir dessas lives, estão coletando alimentos e doações para levar aos que não têm condições. Então é um momento que no Brasil, impressionante o quanto as pessoas estão se ajudando e se doando pelo próximo.

Isso é uma coisa muito positiva e é isso que eu tenho de mensagens para vocês, que a cooperação está aumentando aqui. A gente está se ajudando e tenho certeza de que o Brasil vai sair dessa e vai ficar tudo bem.

2. Aurélie Tema n°1 Tema n°2

(Dificuldade conexão)

Tema n*1 e 2

Neste momento difícil, que o mundo inteiro está vivendo, os governos decidiram de
estabelecer vários planos de contingência.
Mas qual era o motivo, no que objetivo eles planejaram um plano de contingência ? E qual são
as regras e o funcionamento do plano ?
Nós vamos destacar a situação em vários pontos a fim de poder responder a essas perguntas.
Para iniciar nós vamos falar sobre o vírus que faz fala dele no mundo inteiro, depois nos vamos
ver a situação atual de dois países e por fim nós veremos as regras e o funcionamento do
plano.
I. Em dezembro de 2019, um vírus desconhecido da família coronavírus apareceu no
centro da China. No entanto, o vírus, comparável ao da gripe espanhola, está a
espalhar-se por todo o mundo, paralisando países inteiros, provocando psicose* e
abalando a economia mundial. Desde o início de Março de 2020, a Europa tornou-se o
novo foco do COVID-19 e, em menos de três semanas, o número de casos e de mortes
ultrapassou o da China.
Em 11 março de 2020, a Organização Mundial da Saúde qualificou de pandemia* a
epidemia de coronavirus, isto mostra a gravidade da situação atual no mundo. Neste
dia, às 14 horas do dia 02 de abril 2020, 928 437 casos foi confirmada e este número
está em constante evolução no mundo inteiro. Neste estado, a taxa de mortalidade
está aumentando dia por dia.
II. Vamos examinar a situação de dois país, a França e o Brasil.
Na França, 59 105 pessoas foram contaminadas pelo vírus e 4 503 pessoas faleceram.
Tenho por enquanto 1 290 pessoas em reanimação, mas esse número vai aumentar
nas próximas horas e é a mesma coisa pelos outros números.
No Brasil, 7 910 casos confirmados, 299 óbitos* e com uma letalidade* de 3,8%. Mas
o Brasil está numa situação muito delicada por causa, o Brasil falta de médicos,
equipamentos e meios econômico.
III. Para minimizar o impacto da epidemia as maiorias de países decidiu de fica em
quarentena, de dar uma contravenção as pessoas que não respeita o confinamento,
como o é o caso na França, a fim de limitar a propagação da epidemia. Os países
encomendaram vários equipamentos de medicina. É por exemplo na França eles
mandaram pacientes noutros lugares onde a epidemia não é muito forte para livrar
mais lugares nós hospitais que estão cheios. Tem governos que solicitou a ajuda do
exército para ajudar as pessoas que trabalham nos hospitais.
Então nós vemos que o coronavirus é uma doença muito perigoso por causa, não
tratamento, não há uma vacina para prevenir o coronavirus e é um vírus que se
propagam rapidamente. Por isto que os casos confirmados aumentar rapidamente no
mundo inteiro. Nós examinamos dois exemplo no Brasil e na França. Por causa dessa
crise sanitária, as autoridades estabeleceram novas regras para minimizar a epidemia
e também com a ajuda das informações pra dar instruções como lavar as mãos e
manter uma certa distância entre as pessoas.
Definição :

3. Iara Tema n°12 Vídeo - Doc n°8 Transcr. Áudio Carol 1 Áudio « formal »

Tema n°12 - Igualdade perante o vírus ?...

Os vírus escolhem sua cor de pele ou sua classe social ?

Vivemos em um mundo com muitas desigualdades e devemos lutar por isso todos os dias então decidi fazer sobre esse tema para mostrar que somos todos iguais. ✓✓

O vírus não escolhe sua cor de pele, SOMOS TODOS IGUAIS [208].
Hoje eu deveria falar sobre o coronavírus mas vou falar sobre todos os vírus porque nesse ponto que vou abordar eles são todos iguais. Esse tal vírus começou na China e foi se espalhando pelo mundo virando uma pandemia assim como qualquer vírus, ele começa em um lugar e vai se espalhando não super rápido e não de forma tão perigosa como o COVID-19 mas se espelha [209] e isso tudo prova que ele não escolhe a sua cor de pele ou sua classe social até porque ele já se espalhou no mundo inteiro, França, África...
Hoje podemos ver que tem mais de 600 mil infectados repartidos pelo mundo e vemos também que esse vírus infectou pobre, rico, velho, jovem, preto e branco então se algum dia você já foi racista hoje você pode perceber que somos todos iguais. ✓✓

Mas a pergunta principal é, temos os mesmo [210] tipos de cuidados, atenções... ?

Na minha opinião não, claro não posso afirma [211] algo até porque não trabalho no hospital para ver isso mas eu acho que por exemplo os negros serão tratados de uma tal forma, por alguns médicos e os brancos serão melhor tratados pelos mesmo médicos [212] que trataram mal os negros. Tudo vai depender da mentalidade da pessoa, mas tenho quase certeza que existe racismo sim dentro do hospital e isso é uma pena porque o vírus mesmo está mostrando que somos todos iguais [213]. Falei da cor de pele mas voltando na [214] classe social, na minha opinião os ricos vão ir para hospitais pagos para ter um melhor tratamento, ser melhor tratado sendo que os pobres vão ser obrigados a aceitar o que derem pra eles no caso hospital público e aceitar serem tratados de qualquer forma, alguns ricos vão ir para o público mas o fato do médico saber que ele tem dinheiro eles vão querer tratar eles da melhor forma possível.
Vou pegar como exemplo onde eu moro, Guiana Francesa, aqui os hospitais não são os melhores mas também não são os piores, acredito que em uma escala de 0 a 10 estamos em 6 sendo que se falarmos do Brasil ele não chega nem a 3, eles tem uma condição muito precária.

Igualdade - Equidade

Documento n°8

Neste vídeo podemos ver que a globo [215] mostra duas realidade [216] totalmente diferente [217], a dos pobres e a dos ricos. Eles estão pedindo para ficarmos em casa, que se não tiver comida é bem fácil, só pedir em aplicativos mas não estão pensando nos pobres que não tem [218] para trabalhar por conta própria para trazer o pão no final do dia e alimentar sua família. Hoje eles devem ficar em casa, como vão se alimentar ? A globo [219] está pedindo tanto para ficar em casa mas não está se preocupando com esse tipo de gente, não tem [220] só os que tem [221] um teto mas não tem dinheiro para comer tem os que não tem [222] simplesmente um teto e aí já fica mais difficil [223], eles só estão amostrando os ricos, famosos, cantores... eles sim tem um teto, geladeira cheia, muitos tem piscina, jardin [224] então para eles não é um problema ficar em casa.
Nesse vídeo podemos ver também que tem uma mensagem em baixo, “espere o dinheiro cair do céu” por essa mensagem podemos deduzir que é uma forma de deboche, no caso que não é pra ficar em casa porque o dinheiro não cai do céu ou que é pra ficar em casa porque no final do mês cada um vai ter seu salário, só que como eu disse um pouco mais a cima muitos pobres trabalham por conta própria para no final do dia ter pelo menos 10 reais para pagar uma refeição e dividir com toda sua família. Devemos ver a realidade e nos [225] que temos pelo menos um pouco de condições ou até os ricos que tem [226] muitas condições, devemos ajudar os que precisam a sair dessa batalha porque somos todos iguais [227] e está ficando de pior a pior e na minha opinião vai ter muitos mortos pelo vírus claro mas [228] vai ter muitos também que vão morrer ou adoecer por causa da fome.

Transcrição áudio n°11 - Carol Digital

O que tá acontecendo também que eu não completei lá lá no áudio, mas é que muitas pessoas tão se adaptando ao digital né, tão as escolas tão se adaptando ao digital, empresas tão se adaptando ao digital, a vídeo conferência e até pessoas que estavam sem trabalhar ou ficaram sem emprego por causa desse momento agora, elas estão buscando alternativas a partir do digital então criando cursos on-line de alguma coisa então tá interessante ver essa perspectiva também que, sim tá acontecendo muitas tragédias mas também outras pessoas tão aproveitando o momento agora que tem muito tempo né em casa, e tentando tirar, é, uma boa lição disso ou interpretar com uma outra perspectiva, é, tentando, é, conseguir oportunidades então tem pessoas que tão desesperadas, tem pessoas que tão super preocupadas mas tem pessoas que tão sim, preocupadas, mas que tão tentando, é, é, é, encontrar oportunidades sabe então não ficando só no ócio, não ficando sem fazer nada mas aproveitando o tempo pra estudar, pra se desenvolver, pra crescer criar algum negócio digital então tá, tá bem interessante de ver essa, o que tá acontecendo com as pessoas né.

Do « informal » para o « formal »

Mas o que está acontecendo também, que eu não completei lá no áudio, é que muitas pessoas estão se adaptando ao digital. Então, as escolas estão se adaptando ao digital, empresas estão se adaptando ao digital, à vídeo-conferência, e até pessoas que estavam sem trabalhar - ou ficaram sem emprego por causa das circunstâncias - elas estão buscando uma alternativa a partir do digital, estão criando cursos on-line de alguma coisa.

Então está interessante ver essa perspectiva também. Efetivamente, está acontecendo muitas tragédias, mas várias pessoas estão aproveitando os efeitos da situação (o confinamento), agora que dispõem de muito tempo livre, e vão tentando tirar uma boa lição do que está acontecendo, ou interpretar com uma outra perspectiva, tentando conseguir oportunidades.

Então existe pessoas desesperadas, algumas que estão super preocupadas mas que estão tentando encontrar oportunidades, não ficando só no ócio, não ficando sem fazer nada, mas aproveitando o tempo para estudar, para se desenvolver, para crescer, criar algum negócio digital.

Então está bem interessante de ver o que está acontecendo com essas pessoas.

4. Mel Transcrição Áudio Carol n°2 (a)

Transcrição Áudio Carol n°2 (a)

Olá pessoal, tudo bem ?

Bom, o Stéphane me pediu pra fazer um breve comentário, né, da situação atual aqui do coronavírus, na região.

Bom, eu tô aqui em Manaus ; Manaus é a capital do Amazonas, né, no estado do Amazonas no Brasil, e a situação está bem complicada porque o sistema público de saúde aqui, já tinha problemas, né, era um pouco complicado, mas agora com a situação do coronavírus, devido muitas pessoas estarem indo aos hospitais, acaba que não tem mais espaço pra todo o mundo.

Então tá havendo vários casos aqui, as pessoas estão respeitando a quarentena ; tem muitas pessoas que estão respeitando sim, respeitando a quarentena, outras estão continuando alguns trabalho, mas muitos comércios já fecharam ; o shopping fechou ; alguns restaurantes estão funcionando, mas não pra as pessoas virem no restaurante pra se alimentar né, na verdade os restaurantes tão se adaptando ao delivery. Então, tem vários aplicativos que a gente usa aqui pra delivery, né. Tem o « Ifood », que a gente usa pra pedir comida em casa.

Os supermercados também aqui, eles tem delivery. Então tem aplicativo que a gente baixa e pode pedir todas as compras do supermercado em casa. Muitas pessoas estão fazendo isso, eu inclusive tô fazendo isso, não tô mais saindo de casa, tô aqui e uso o aplicativo pra pedir o supermercado, né ; ao invés de sair pra... assim eu evito contato com as pessoas, e muitas pessoas tão fazendo isso também.

E... isso é uma... outro dado também é ver aqui, tem uma matéria das « exame Brasil », né, falando dos casos confirmados e quantidade de mortes também no país.
Também são grandes, não são... eh, não tão enormes assim, mas mas são grandes e, o primeiro caso em São Paulo, né, ele tá em maior quantidade de afetados, né, São Paulo. Depois vem Rio de Janeiro (segundo a matéria, né). Depois vem o Ceará, aí vem o Amazonas e por último Pernambuco. Mas eu soube recentemente que Pernambuco já superou o Amazonas também em casos.

Então, é isso. Tem bastante pessoas contaminadas, muitas pessoas não tão morrendo necessariamente por causa do coronavírus ; muitas pessoas tão sendo contaminadas sim pelo coronavírus, mas é vindo a falecer por outros tipos de doenças também. Tem isso que tá acontecendo. E, é isso a situação.

Do "informal oral ao formal escrito - Áudio Carol n°2 (a)

Olá pessoal, tudo bem ?

Bom, o Stéphane me pediu para fazer um breve comentário da situação atual aqui do coronavírus, na região.

Eu estou aqui em Manaus, a capital do estado do Amazonas no Brasil. A situação está bem complicada porque o sistema público de saúde aqui já tinha problemas. Era um pouco complicado mas agora, com a situação do coronavírus, devido a muitas pessoas estarem indo aos hospitais, provoca a falta de espaço para todo o mundo.

Então está havendo vários casos aqui. As pessoas estão respeitando a quarentena. Outras estão continuando alguns trabalhos, mas muitos comércios já fecharam. O shopping fechou. Alguns restaurantes estão funcionando, mas não para as pessoas virem no restaurante para se alimentar. Na verdade, os restaurantes estão se adaptando ao delivery, usando vários aplicativos, como por exemplo o « Ifood » que se usa para pedir comida em casa.

Os supermercados aqui também têm [229] delivery. Tem aplicativo que nós baixamos e podemos pedir todas as compras do supermercado em casa. Muitas pessoas estão fazendo isso. Eu inclusive estou fazendo isso. Não estou mais saindo de casa. Estou aqui e uso o aplicativo para pedir o supermercado, ao invés de sair... Assim eu evito contato com as pessoas, e muita gente está fazendo isso também.

.....

E... isso é uma... outro dado também é ver aqui, tem uma matéria das « exame Brasil », né, falando dos casos confirmados e quantidade de mortes também no país.
Também são grandes, não são... eh, não tão enormes assim, mas mas são grandes e, o primeiro caso em São Paulo, né, ele tá em maior quantidade de afetados, né, São Paulo. Depois vem Rio de Janeiro (segundo a matéria, né). Depois vem o Ceará, aí vem o Amazonas e por último Pernambuco. Mas eu soube recentemente que Pernambuco já superou o Amazonas também em casos.

Então, é isso. Tem bastante pessoas contaminadas, muitas pessoas não tão morrendo necessariamente por causa do coronavírus ; muitas pessoas tão sendo contaminadas sim pelo coronavírus, mas é vindo a falecer por outros tipos de doenças também. Tem isso que tá acontecendo. E, é isso a situação.

5. Marie-Lucie Tema n°3 Tema n°5 Tema n°11

Tema n°3 - Consequências na vida cotidiana.

Bom trabalho !

A quarentena há [230] evidentemente consequências como o trabalho à distância ou por exemplo ter que estar com as mesmas pessoas até um tempo indefinido.
Isso pode causar problemas. Porquê ?
Eu penso em pessoas que são maltratadas, em que as chances de sair de casa para evitar o que elas temem em 0. Elas não tem [231] escapatória, à não ser [232] que a esperança. E depois, as pessoas acostumadas à sair, sempre estar fora de casa, para elas deve ser difícil por quê cause [233] nunca ficam em casa e para eles deve ser igual à [234] estar numa célula.
Para certas pessoas, já não é tão angustiante, pessoas como eu, que gostam de ficar em sua zona de conforto, sozinhas em suas casas, que cause [235] não saíam [236], somente para as coisas importante [237].

Tema n°5 - O ensino à distância ?

Emendei direitamente a pontuação que faltava. Observe bem os erros de conjugação ! Muito sério !

Para mim é eficaz porque eu não fico estressada, e isso me permite ter mais tempo para mim e meus estudos. Consigo equilibrar, talvez porque também eu sou pouco organizada e isso ajuda muito em momentos como esses. Porém sei que certas pessoas não consigam [238] equilibrar isto e os fazem se perderem no tempo. Não consigam [239] estudar. Pefiram [240] dormir, assistir séries, filmes, programas, desenhos animados, conversar pelas redes sociais ou fazer outras coisas em vez de focar na aprendizagem e na diversão.

Desigualdade ensino

Tema n°11 « Utilidade » do vírus ? Sobre as mentalidades...

...

6. Amanda (Silence radio - Soucis informatiques ?)

(Silence radio - Soucis informatiques ?)

8. Kaua Tema n°3 Transc. Carol 1

Tema n°3 - Consequências na vida cotidiana.

Por enquanto, lançado em pesquisas...

Transcrição áudio n°11 - Carol Digital

O que tá acontecendo também que eu não completei lá lá no áudio, mas é que muitas pessoas tão se adaptando ao digital né, tão as escolas tão se adaptando ao digital, empresas tão se adaptando ao digital, a vídeo conferência e até pessoas que estavam sem trabalhar ou ficaram sem emprego por causa desse momento agora, elas estão buscando alternativas a partir do digital então criando cursos on-line de alguma coisa então tá interessante ver essa perspectiva também que, sim tá acontecendo muitas tragédias mas também outras pessoas tão aproveitando o momento agora que tem muito tempo né em casa, e tentando tirar, é, uma boa lição disso ou interpretar com uma outra perspectiva, é, tentando, é, conseguir oportunidades então tem pessoas que tão desesperadas, tem pessoas que tão super preocupadas mas tem pessoas que tão sim, preocupadas, mas que tão tentando, é, é, é, encontrar oportunidades sabe então não ficando só no ócio, não ficando sem fazer nada mas aproveitando o tempo pra estudar, pra se desenvolver, pra crescer criar algum negócio digital então tá, tá bem interessante de ver essa, o que tá acontecendo com as pessoas né.

Do « informal » para o « formal »

Mas o que está acontecendo também, que eu não completei lá no áudio, é que muitas pessoas estão se adaptando ao digital. Então, as escolas estão se adaptando ao digital, empresas estão se adaptando ao digital, à vídeo-conferência, e até pessoas que estavam sem trabalhar - ou ficaram sem emprego por causa das circunstâncias - elas estão buscando uma alternativa a partir do digital, estão criando cursos on-line de alguma coisa.

Então está interessante ver essa perspectiva também. Efetivamente, está acontecendo muitas tragédias, mas várias pessoas estão aproveitando os efeitos da situação (o confinamento), agora que dispõem de muito tempo livre, e vão tentando tirar uma boa lição do que está acontecendo, ou interpretar com uma outra perspectiva, tentando conseguir oportunidades.

Então existe pessoas desesperadas, algumas que estão super preocupadas mas que estão tentando encontrar oportunidades, não ficando só no ócio, não ficando sem fazer nada, mas aproveitando o tempo para estudar, para se desenvolver, para crescer, criar algum negócio digital.

Então está bem interessante de ver o que está acontecendo com essas pessoas.

Kaua carol digital

9. Rayanne (Grosses difficultés de connection)

(Selon les déléguées : Grosses difficultés de connection)

10. Ashley (Silence radio...)

(Silence radio...)

12. Alexandra Tema n°4 Minha quarentena Tema n°7

A quarentena da Alexandra

A quarentena da Alexandra

E você ? como está vivendo essa quarentena ?

No começo estava tudo ótimo. Eu estava feliz. Ia me acorda [241] tarde e não me acorda [242] tão cedo, não ia anda para ir até minha sala de aula que tava lá por fim do mundo kkkk). Eu ia me acorda [243] hora que queria, olha [244] filmes e parar tempo com minhas irmãs. Semanas e semanas pássaro e eu sem perceber eu peguei 1 kilo de tanto eu beber café e comer pão. Mas esse pão dizer nada dele que por quasa dele eu engordei (kkk). Até aí estava muito bem,e depois vou ir olha o jornal , e quem eu vejo o presidente Macron. Falei bem baixo oque [245] ele já ta [246] aprontando (kkk). Eu to [247] escutando O que é ele tem para dizer e eu escuto algo que quase eu desmaio. Ele diz ninguém sair sem um documentos de autorização, só que nesse documento não tinha nada de engraçado era só coisa de velho mesmo e nós jovem tinha nada nem cinema, Pack... Depois ele diz que finalmente vamos prolongar a quarentena, nesse momento ele acabou com minha alegria. Eu não aguentava mas fica em casa, era a mesma rotina, dormir, comer, estudar e se repetia cada dia. Eu tava [248] era como um zombie, não aguento mas fica em casa. E quase eu ligava para esse presidente coloca de volta às aulas logo que negócio para fica em casa não ta dando certo (kkk). Essa minha quarentena ta é me deixando muito velha, não quero envelhecer ficando na minha casa.

Tema n°4 - E as crianças ?

Eu escolhi esse tema porquê poucos falam deles nas redes sociais. Amo muito crianças e tenho irmãs. O mundo de hoje está complicado, estamos passando por uma crise epidemia [249] Nas redes sociais se vocês perceberam só falam de adulto o adolescente que morrem, e que mostram protecção só para adultos. Certo mas e as crianças ? Não vejo concelhos para como os pais devem proteger seus pequenos. As Crianças também são humanos nós não devemos esquecer delas, elas são o nossos futuros nessa [250] planeta terra, elas têm muitas coisas para descobri experimenta [251] e viver. Criança nem sabe o que está se passando no mundo e nem sabe que esse vírus pode levá na morte. Nós devemos proteger as crianças desse vírus, esse vírus não tem que atinge eles. As crianças não tem a mesma força do que os adultos. Eles são pequenos para morrer tão jovem, se nos queremos que nada aconteça com elas, então cuidam bem delas. Pais não ficam muito perto dos seus filhos, será dificío mas devemos fazer um esforço, para não depois ver nas redes sociais uma criança morreu do vírus.

Tema n°7 - Sobreviver

Para agente sobreviver diante esse vírus que o mundo inteiro está passando , nós devemos respeitar as regras para agente não ter o corona vírus e não contamina os nós família. Então na primeira etapa, tem que ficar em casa, e evita de ter contacto com nos amigos e família. Temos que proteger as partes más importantes que são a boca e as mãos, para as mãos de vez em quando usam álcool gel. Evitam de sair para ir na casa de pessoas, não tocam em objecto que alguém já tocou. Mas afinal de contas se você quer viver ainda nessa terra e não pegar o vírus então respeitam as regras e ficam nas casas de você. E se vocês ficam em casa, vocês vão sobreviver.

13. Laisa Vídeo Menino de engenho Transc. Carol Trad. Tema n°8

Vídeo Menino de engenho

MPEG4 - 5.9 Mo
Laiza, Jennifer, Louise
Abertura Menino de engenho

Transcrição do áudio n° 1 - Carol

« O que ’tá acontecendo também que, eu não completei lá no áudio, mas é que muitas pessoas estão se adaptando ao digital, né. Então, as escolas estão se adaptando ao digital, empresas estão se adaptando ao digital, à videosconferência. E até pessoas que,
estavam sem trabalhar ou que ficaram sem emprego por causa desse momento agora, elas estão buscando alternativas à partir do digital. Estão criando cursos online, de alguma coisa, então, é interessante ver essa perspectiva também que, sim, está acontecendo muitas tragédias, mas também, outras pessoas estão aproveitando o momento agora que, têm muito tempo em casa, e tentando tirar uma boa lição disso, ou interpretar como uma outra perspectiva, tentando conseguir oportunidades.. Então, têm [252] pessoas que estão desesperadas, têm pessoas que estão super preocupadas, mas têm pessoas que, estão sim, preocupada [253], mas que estão tentando encontrar oportunidades. Então, não ficando só no ósseo [254], ficando sem fazer nada, mas aproveitando o tempo para estudar, para se desenvolver, para crescer, criar algum negócio digital. Então, tá bem interessante [de] ver essa, o que tá acontecendo com as pessoas, né..

Tradução

« Ce qui se passe aussi, et que je ne l’ai pas terminé [255]dans l’audio, mais c’est que beaucoup de gens sont entrain de s’adapter au numérique. Alors, les écoles sont entraîn [256] de s’adapter au numérique, les entreprises sont entraîn de s’adapter au numérique, à la visioconférence.
Et même les gens qui étaient sans boulot, ou qui étaient sans travailler à cause de ce moment maintenant, ils recherchent des alternatives au numérique. Ils sont entrain de créer des cours en ligne, de quelque chose, donc, il est intéressant de voir cette perspective aussi, que oui, ce sont des nombreuses tragédies se produisent, mais aussi, d’autres
personnes profitent du moment maintenant qu’elles ont beaucoup de temps à la maison, et essaient d’en tirer une bonne leçon, ou de l’interpréter comme une autre perspective, en essayant d’avoir des opportunités. Donc, il y a des gens qui sont désespérés, il y a des gens
qui sont super inquiets, mais il y a des gens qui sont, oui, inquiets, mais qui essaient de trouver des opportunités. Donc, pas seulement être dans l’os [257], être sans rien, mais prendrebleur temps pour étudier, se développer, créer une entreprise numérique.. Donc, c’est très intéressant de voir ça, ce qui arrive aux gens.. "

Tema n°8 - Isolamento

Análise

O isolamento social é uma forma de acabar com a aglomeração de pessoas no mesmo ambiente ; pois assim pode-se evitar a transmissão do vírus, pedindo-se que todas as pessoas fiquem em casa o máximo possível e que tenham todo cuidado necessário.
Durante tudo o que vêm acontecendo, nos últimos tempos, um turbilhão de coisas vêm à mente das pessoas. Grande parte está desesperada, preocupada com seusfamiliares/amigos que, estão distantes, estão preocupadas com seus trabalhos, pois não sabem o que as esperam. O que muitos andam fazendo, e que é bastante interessante ébque, algumas pessoas estão « aproveitando » o tempo que passam em casa para terem novas oportunidades. Os que não « precisavam » [258] sair de casa devido o trabalho, estes mesmos continuam a trabalhar. Outros que estavam, ou que, estão desempregados devido o que está acontecendo no momento, procuram novos meios de « aproveitar » o tempo que estão passando em casa, e tudo por meio do digital. E eu acho bem interessante, porquê [259] além de você evitar multidões seja para ir ao supermercado, comer em algum restaurante, etc. Você pode, simplesmente, baixar algum aplicativo que logo entregam em sua casa.
Muitos professores estão fazendo suas aulas por meio do digital, enviando atividades, ocupando assim, eles e seus alunos, mas sem esquecer de se cuidar, e de se proteger.
Então, eu acho que, mesmo com todo caos que está acontecendo, podemos e temos, sim, várias oportunidades para nos ocuparmos melhor. Claro que, com todo cuidado necessário !

14. Camyly (Silence radio - Soucis informatiques ?)

(Silence radio - Soucis informatiques ?)

15. Louise Roteiro Tema n°5
Vídeo Menino Diaporama Cordel

Roteiro

Ver aqui : Roteiro - Storyboard - Travaux en cours...

Tema n°5 - O ensino a distância

Uma análise prenhe de sensibilidade e uma aspiração à Justiça e à igualdade. Gostei muito (apesar de alguns errozitos e apesar de uma « dicotomia » que precisava de ser um pouco « matizada »... )

Com a crise do coronavírus os alunos são obrigados a estudar na casa deles.

Mas esse ensino a distância cria muitos problemas e muitas desigualdades. Tem alunos que não têm nenhuma conexão : e muitas vezes esses alunos não são os melhores : são os que precisam de continuar a estudar.

O problema é que os alunos que têm as possibilidades financias [260] e matérias [261] podem avançar enquanto os mais desfavorecidos não podem fazer nada.

É por isso que o ensino a distância é uma coisa que aumentar [262] as desigualdades entre as diferentes classes sociais.

Há também desigualdades na casa [263]. Tem certos alunos que têm uma mãe e um pai que são professores então eles podem ajudar com os deveres das crianças e tem os outros pais que precisão [264] para sobreviver de ir trabalhar. Esses pais não podem ajudar as crianças. E muitas vezes nestas casas os alunos precisam de fazer todo [265] na casa (porquê [266] os pais trabalham) : eles têm que cuidar dos pequenos irmãos, por exemplo. Com essas essas tarefas peníveis [267], eles não podem estudar !

Há também certos alunos que não têm computador (é mais fácil de [268] trabalhar com um computador porque é mais grande [269] ) ou que têm um computador para 5 pessoas... E tem também que têm celular !

É uma injustiça de continuar a estudar com o ensino a distância. Eu acho que os alunos não vão morrer si [270] eles perdem 2 meses de escola ! É melhor estudar com todo mundo [271] , de todas as classes sociais do que estudar com os mais “ricos “.

Vídeo Menino de engenho

MPEG4 - 5.9 Mo
Laiza, Jennifer, Louise
Abertura Menino de engenho

16. Thalita Roteiro Doc n8 Doc 9 Tema n°1 Tema n°10

Ver aqui : Roteiro - Storyboard - Travaux en cours...

Tema n°1 - Plano de contingência

Maravilhoso trabalho, Thalita !

Plano de contingência, esperança e confiança !

Neste momento, estamos passando por uma situação delicada. O vírus chamado Coronavírus mudou a rotina de muito e parou o mundo inteiro. Para “controlar” a transmissão do vírus, os presidentes e o governo de praticamente todos os países optaram por um plano de contingência para que o vírus não se propague com tanta facilidade. O isolamento social foi a melhor solução achada para que menos pessoas sejam infectadas. Mas não podemos perder a esperança. O número de curados cresce a cada dia e os cientista estão se esforçando bastante para encontrar a cura para este vírus. Não podemos nos esquecer dos médicos, eles estão lutando bravamente para salvar o máximo de vidas possíveis. Eles são os verdadeiros heróis desta história ! O momento não é fácil, porém vamos vencer essa. Devemos confiar e ter esperança que tudo isso se resolverá em breve.

Fique em casa...

#fique em casa, espere o dinheiro cair do céu

Este vídeo tem dois intuitos : mostrar dois mundos opostos e boicotar a rede globo. Enquanto os famosos enaltecem o hashtag #fiqueemcasa, milhares de pobres passam fome por não poderem sair de casa para trabalhar. É muito fácil ficar em casa quando se tem um prato de comida na mesa e criticar as pessoas que saem para conseguir dinheiro e sustentar as suas casas. O mundo não é igual para todos neste momento e nunca foi ! Nem todo mundo tem condições para sobreviver neste período de isolamento social. Vamos ser realistas ! Muitas pessoas não vão morrer de coronavírus e sim de fome, pelo fato de terem que ficar em casa. O mundo é cheio de desigualdade, sempre foi e sempre será.
Para finalizar, quero dizer que achei o título “#fique em casa, espere o dinheiro cair do céu” muito profundo, realista e triste.
Igualdade equidade

E no Brasil...

Doc 3, 5, 9

Ignorância de Jair Bolsonaro

No documento da RTL, nós podemos ver o quanto o presidente está agindo com incoerência e ignorância. Ele está sendo egoísta pois podemos ver que ele só se preocupa com a dita economia do país. O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, alegou que o país não está preparado para enfrentar o vírus. Falta camas, profissionais qualificados, equipamentos e principalmente testes para diagnosticar a presença do vírus. Este presidente está querendo burlar as regras do isolamento social, sendo que é a melhor solução achada pelos cientistas para controlar a transmissão. O presidente brasileiro está sendo julgado por causa de seus discursos sem cabimentos e criticado por suas atitudes. Na minha humilde opinião, ele deve ser retirado do seu cargo político pois ele não está suficientemente preparado para exercer seu posto de presidente.

Fonte do documento :

https://www.rtl.fr/actu/internation...

Plano de contingência, esperança e confiança !

Neste momento, estamos passando por uma situação delicada. O vírus chamado Coronavírus mudou a rotina de muito e parou o mundo inteiro. Para “controlar” a transmissão do vírus, os presidentes e o governo de praticamente todos os países optaram por um plano de contingência para que o vírus não se propague com tanta facilidade. O isolamento social foi a melhor solução achada para que menos pessoas sejam infectadas. Mas não podemos perder a esperança. O número de curados cresce a cada dia e os cientista estão se esforçando bastante para encontrar a cura para este vírus. Não podemos nos esquecer dos médicos, eles estão lutando bravamente para salvar o máximo de vidas possíveis. Eles são os verdadeiros heróis desta história ! O momento não é fácil, porém vamos vencer essa. Devemos confiar e ter esperança que tudo isso se resolverá em breve.

A classer

Formal - Informal

Formal - Informal

Merci à Dani Moraes pour le partage !

https://youtu.be/NxQmBBgPrp8

Ir mais longe

Texto português do Século XVI mostra eficácia da quarentena

Quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 mil mortos.

Fonte

Correção

Correction de la Langue

Vous pouvez lire les annotations et corrections des travaux des élèves sans cliquer (maintenir la souris sur le numéro de la note) ou en cliquant (bas de page. Pour remonter, cliquer sur le lien de la note.)

Voir les notes en bas de page

Documents joints

Post-scriptum

Notes

[1] Plano de contingência = Plan d’urgence, ici sanitaire = confinement obligatoire

[2] Manaus - Amazonas, Brésil
https://maps.app.goo.gl/Znxbph9pZXN...

[3] Pontuação

[4] Em que vai...

[5] Maladroit mais bien compris.

[6] « Vaisselle », en français, est un singulier collectif. Votre traduction rend bien cette idée.

[7] Oui, c’est le sens, mais le mot « inédit » aurait pu être conservé car il exprime l’aspect absolument exceptionnel de ce fait.

[8] Ici, le mot « linge » eut été un meilleur choix. La « lessive » signifiant le linge à laver, englobant vêtements et autres pièces de tissus (draps, serviettes etc)

[9] Attention aux accords !

[10] Il manque un pronom ! En français, ce pronom est indispensable pour l’équilibre de la phrase.

[11] Oui, ou « parce que je n’avais rien d’autre à faire »...

[12] Pensez à ponctuer ! Découpez les phrases...

[13] Contre-sens. O rejunte = le(s) joint(s) d’un carrelage.

[14] Accord ! Le terme pourrait être « réserver »

[15] Mauvaise formulation : qui va se perdre

[16] Il manque un pronom ! « Je ne peux pas en donner » ou le donner...

[17] Pour ne pas les contaminer

[18] Ou coussins...

[19] Coins...

[20] "Au crochet

[21] Ce sera...

[22] Voilà…

[23] Permets-moi

[24] Maladroit

[25] Formulation incorrecte pour plusieurs raisons. Ponctuation, accord, pronom manquant, et imprécision lexicale. Nous verrons le détail ensemble...

[26] Idem. Je les ai déjà repassés

[27] J’ai même sali du linge pour (+ infinitif) le laver...

[28] Ponctuez, pour donner du relief à la phrase, et en tenant compte de l’intonation... Pour le sol, en ce qui concerne le sol...

[29] Avec du bicarbonate... Le partitif, ici, est bienvenu

[30] Accord

[31] Battre, battu...

[32] Pétrir

[33] Je vais !...

[34] Je peux...

[35] Je ne peux le donner...

[36] Accord

[37] Ooops ! Relisez-vous...

[38] Falta o hífen...

[39] Un peu maladroit : de chez moi...

[40] Mal formulé, manque une négation. Vaisselle, voir remarque n°

[41] Accords

[42] J’ai même sali...

[43] Rien d’autre, ou plus rien...

[44] Pour le sol

[45] Recette ou formule.

[46] Est devenu...

[47] Accord : 3 = pluriel !

[48] Contre-sens

[49] Manquent des pronoms...

[50] Accord ! Relisez-vous binettes

[51] Accord ! 15 = pluriel ! Relisez-vous binettes

[52] ce sera...

[53] Porque (porquê seria uma pergunta...)

[54] Está

[55] Mangulão

[56] Terá

[57] Permets-moi

[58] Accord

[59] Inédit. C’est inédit...

[60] Je l’ai...

[61] Repassé

[62] J’ai même... Ici, l’intonation et le contexte « contiennent » cette idée...

[63] Du linge : pas seulement des vêtements. « Roupa » englobe toutes pièces de linge...

[64] Pour laver

[65] Pour est suivi d’un infinitif.

[66] Rien d’autre, ou plus rien...

[67] Ici, « sol ou carrelage, à cause de la suite du texte où il est question de »joints« .

[68] Une recette, donc un singulier est attendu ici...

[69] Les joints sont blancs...

[70] Au fromage, singulier...

[71] je réserve

[72] Je ne peux la donner... Pronom obligatoire.

[73]  »Pour"+ infinitif

[74] Pointes de torchons

[75] Au crochet, aux aiguilles...

[76] Voilà

[77] « Em uma » ou « numa »...

[78] Accord

[79] De maiô...

[80] Roubar

[81] piscina...

[82] Era

[83] Então

[84] Cérebro...

[85] Ao ponto

[86] « Pelos = [por+os]

[87]  »Favelados"

[88] Indo à escola

[89] Até mesmo = redundante

[90] Faltam sinais de pontuação...

[91] Bem fiel, coloquial

[92] O que tá tendo

[93] Le linge, singulier collectif !

[94] Du linge, pour LE laver...

[95] nos sentir

[96] nos

[97] Quatro é invariável... Sempre !!!

[98] Maladroit. Cf. explications plus haut

[99] Ici, roupa = le linge...

[100] je l’ai...

[101] Accords : ici ce sont des participes passés : le linge, je l’ai déjà lavé et repassé

[102] J’ai même sali..., pour « traduire aussi le »ton« !

[103] pour le laver et le repasser...

[104] rien d’autre

[105] Pour le sol

[106] Préparé, mélangé...

[107] qui va

[108] Parce qu’on ! élision

[109] en donner, ou »la donner"

[110] ne pas les

[111] J’ai déjà fait... Participe = fait/faite

[112] 4 = pluriel = coussins !

[113] Ce sera paysagisme et jardinage.

[114] Pontuação

[115] Tou = Estou

[116] Place des pronoms...

[117] Bien compris mais mal exprimé...

[118] VinAIgre !

[119] Maladroit

[120] Pâte..

[121] Mal formulé, même si le sens est compris...

[122] CouSSins !

[123] Au crochet !

[124] Ce sera...

[125] Paysagisme

[126] Et voilà !

[127] Tem... Singular (impessoal)

[128] Puis-je te raconter...

[129] Contre-sens et rendu maladroit. La vaisselle est un singulier collectif...

[130] Au masculin. = C’est inédit ! = Du jamais vu !

[131] Je l’ai...

[132] Repassé...

[133] J’ai sali DU linge...

[134] Ici, la répétition était volontaire. Il fallait conserver : pour le laver et le repasser

[135] Rien d’autre, ou rien de mieux !...

[136] Ici, le sol, car le sol possède des « joints » lavables...

[137] On ne peut pas « la donner », ou « en donner ». En français ces pronoms sont indispensables pour un bel équilibre de la phrase...

[138] Pour ne pas LES contaminer (les autres !)

[139] Au point de croix

[140] Contre-sens : ici, des "coins, des pointes de torchons

[141] Au crochet

[142] Ce sera :...

[143] Et voilà !

[144] dar

[145] Todas as...

[146] Ficam. Eu fico, ele fica ; subjuntivo : ... que eu fique...

[147] Aonde

[148] No relento = ao ar livre, fora de casa, exposto à humidade da noite...

[149] mostar

[150] Gel hydroalcoolique

[151] Cet

[152] À... ?

[153] Accord...

[154] Questions que tout le monde se pose...

[155] Accord : sont

[156] Pourquoi elles n’en parlent pas... Ou Pourquoi n’en parlent-elles pas...

[157] Ponctuez !

[158] Féminin : dotée

[159] Accord...

[160] Accord...

[161] De SE défaire

[162] Meurent

[163] Accord...

[164] Quittez

[165] Portez

[166] Composez

[167] De vous entourer

[168] La

[169] Accord

[170] Accord...

[171] Accord...

[172] Dépression due à...

[173] Accord : esticadA

[174] Deitada

[175] Admiradora mesmo... ?!

[176] Pode desenvolver a comparação ?

[177] ColocadA...

[178] Accords. Ponctuation : découpez vos phrases...

[179] Quarto ou bairro... ?

[180] Tem... Singular (impessoal)

[181] Puis-je te raconter...

[182] Contre-sens et rendu maladroit. La vaisselle est un singulier collectif...

[183] Au masculin. = C’est inédit ! = Du jamais vu !

[184] Je l’ai...

[185] Repassé...

[186] J’ai sali DU linge...

[187] Ici, la répétition était volontaire. Il fallait conserver : pour le laver et le repasser

[188] Rien d’autre, ou rien de mieux !...

[189] Ici, le sol, car le sol possède des « joints » lavables...

[190] On ne peut pas « la donner », ou « en donner ». En français ces pronoms sont indispensables pour un bel équilibre de la phrase...

[191] Pour ne pas LES contaminer (les autres !)

[192] Au point de croix

[193] Contre-sens : ici, des "coins, des pointes de torchons

[194] Au crochet

[195] Ce sera :...

[196] Et voilà !

[197] Comment ça se passe chez moi...

[198] Durant cette quarantaine

[199] Pas une assiette sale ! InédiT... Ponctuation. Majuscule

[200] Le linge, je L’ai lavé er REpassé

[201] GâteauX !

[202] Je n’EN mange même pas...

[203] Qui va SE perdre, ou « qui va être perdue...

[204] Je ne peux pas EN donner, ou »je ne peux pas LA donner"...

[205] Pour ne pas LES contaminer...

[206] Pointes de torchons...

[207] Ponctuez !!!

[208] Perante o vírus ?!...

[209] Espalha...

[210] Os mesmoS

[211] Não posso afirmar - Infinitivo !

[212] Pelos mesmoS ! Pense nas flexões !

[213] A noção de « igualdade » sempre vai merecer definições e qualificativos variáveis, próprios ao contexto...

[214] Voltado à classe...

[215] A Globo, com maiúscula...

[216] Plural !

[217] Plural ! As duas realidades !

[218] Eles não « têm » - Conjugar o verbo TER... essas condições, tudo isso custa dinheiro e muitos deles saiem[[Saem - Conjugar o verbo SAIR...

[219] A Globo, marca se tornando nome próprio, com maiúscula...

[220] Não há : impessoal...

[221] Os que têm...

[222] Muitas repetições... e pouca pontuação !

[223] Difícil

[224] Jardim

[225] « Nós » ou nos... ?

[226] têm

[227] Deveríamos ser « iguais »... Não somos, na realidade, concretamente...

[228] Pense em pontuar, para facilitar a leitura e a compreensão...

[229] Ele tem =/= eles têm ! Circunflexo = chapeuzinho...

[230] causa

[231] têm

[232] A não ser... sem acento !

[233] porque quase...

[234] Sem acento : preposição simples

[235] Quase

[236] Não saem

[237] Falta um... « s » !

[238] conseguem

[239] conseguem

[240] Preferem

[241] Ia me acordar - ou me acordando

[242] Acordo

[243] Infinitivo !

[244] Infinitivo

[245] O que... (A palavra « oque » não existe...

[246] Está

[247] Estou

[248] Estava

[249] Por causa da epidemia

[250] O planeta, masculino

[251] Infinitivo

[252]  »Tem« ou »Há" : forma impessoal, singular...

[253] Plural, (Accord)

[254] Ócio !!!

[255] Maladresse qui rend la phrase incorrecte...

[256] Être »en train de...

[257] Sens ? Être dans l’oisiveté...

[258] Precisar de

[259] Porque (parce que)

[260] Meios financeiros

[261] Materiais

[262] Que pode aumentar (ou acentuar)

[263] Em casa

[264] Os outros que precisam...

[265] Fazer tudo. Tudo =/= todo...

[266] Porque (parce que) =/= porquê (Pourquoi)

[267] Penosas !

[268] Fácil trabalhar... (sem preposição !)

[269] Mais ergonómico, mais fácil, mais confortável...

[270] se...

[271] Todo o mundo